Busca avançada
Ano de início
Entree

Influência do hipocampo na expressão de CREB e pCREB nos núcleos da amígdala após condicionamento de medo ao contexto

Processo: 10/02509-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2010
Vigência (Término): 31 de agosto de 2012
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Neuropsicofarmacologia
Pesquisador responsável:Maria Gabriela Menezes de Oliveira
Beneficiário:Cesar Augusto de Oliveira Coelho
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Tonsila do cerebelo   Hipocampo   Plasticidade neuronal   Expressão de proteínas

Resumo

O estado emocional junto a uma experiência facilita a aprendizagem, e a evocação da memória formada. Experimentos com lesões e inativações cerebrais foram essenciais no estudo das áreas e da circuitaria neural envolvidas no codicionamento de medo pavloviano, um modelo de aprendizado com fator emocional. Teorias ainda divergem sobre o papel da amígdala nos processos mnemônicos, mas é indubtável seu envolvimento como estrutura essencial em experiências emocionais e nos processos mnemônicos que as sucedem. O hipocampo também está envolvido nos processos de memória do condicionamento de medo (ao contexto), no componente espacial da experiência. Além disso, evidências mostram que as conexões entre o hipocampo e a amígdala são importantes na geração de uma sincronização de atividade e de plasticidade neural em ambas as estruturas. Ademais, o bloqueio de uma delas afeta tanto o desempenho de animais na tarefa quanto a atividade neuronal da outra. Lesão na amígdala diminui expressão de IEGs no hipocampo, sugerindo influência na plasticidade neural e, supõe-se que o inverso deva ocorrer. Entretanto, lesões do hipocampo geram divergências, causando prejuízo em alguns desenhos experimentais e em outros, não. Isso sugeriu a possibilidade da existência de vias neurais alternativas, que se evidenciam sob manipulações experimentais diferentes. Por isso o objetivo de nosso estudo é bloquear a atividade do hipocampo com duas manipulações diferentes (lesão eletrolítica e inativação por AP5), sendo uma produto das divergências, e verificar a expressão de CREB e pCREB nos núcleos da amígdala, permitindo assim verificar a influência do hipocampo na plasticidade neural da amígdala, e/ou angariar evidências a respeito de outras possíveis vias extrahipocampais.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DE OLIVEIRA COELHO, CESAR AUGUSTO; FERREIRA, TATIANA LIMA; KRAMER SOARES, JULIANA CARLOTA; MENEZES OLIVEIRA, MARIA GABRIELA. Hippocampal NMDA receptor blockade impairs CREB phosphorylation in amygdala after contextual fear conditioning. HIPPOCAMPUS, v. 23, n. 7, p. 545-551, JUL 2013. Citações Web of Science: 7.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.