Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização e aplicação Bioindustrial da bacteriofauna intestinal de Armitermes euamignathus Silvestri, 1901 (Isoptera: Termitidae: Syntermitinae) e Heterotermes tenuis (Hagen, 1858) (Isoptera: Rhinotermitidae)

Processo: 10/13675-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2011
Vigência (Término): 31 de julho de 2012
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitossanidade
Pesquisador responsável:Fernando Luis Cônsoli
Beneficiário:Aline Peruchi
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Controle biológico

Resumo

Insetos são comumente associados com microrganismos simbiontes, os quais desempenham inúmeras funções ligadas ao desenvolvimento, crescimento e reprodução de seus hospedeiros. Estes simbiontes, especialmente bactérias, tem recebido muita atenção da comunidade internacional por apresentarem potencial de uso no desenvolvimento de técnicas alternativas de controle de insetos-pragas e doenças, assim como de aplicação biotecnológica. Os cupins são insetos eusociais abundantes em ecossistemas terrestre, apresentando densa comunidade de simbiontes associada ao trato digestivo, auxiliando-os na digestão e utilização da celulose. Os mecanismos de ação desses simbiontes na quebra da celulose e de outros substratos que compõem a parede celular de vegetais, como pectina e xilana, ainda não foram completamente elucidados, e pouco se sabe acerca das enzimas que atuam sobre o processo de digestão da celulose. Sendo assim, do ponto de vista biotecnológico, surgem grandes possibilidades para a exploração da microbiota associada a cupins como fonte 1) de microrganismos capazes de degradar a celulose ou 2) de enzimas que possam ser utilizadas nos processos de produção de biocombustíveis via degradação e fermentação da celulose. Desta forma, este projeto objetiva caracterizar a microbiota associada aos cupins Armitermes euamignathus e Heterotermes tenuis, bem como avaliar o potencial de sua microbiota para o aproveitamento de celulose e lignocelulose na produção de biocombustiveis. A microbiota associada ao trato digestivo será caracterizada utilizando-se métodos moleculares e de cultivo. Simbiontes com potencial de degradação dos principais componentes da matéria vegetal, como a celulose, xilana e pectina, serão isolados utilizando-se de meios enriquecidos seletivos. Os microrganismos isolados serão morfotipados, caracterizados molecularmente, e terão testada sua capacidade de secretar enzimas com potencial de hidrólise dos referidos substratos. A atividade da enzima será quantificada em função da formação de grupos redutores provenientes da hidrólise do substrato com o reagente DNS. As enzimas serão isoladas e as condições ótimas de hidrólise (pH ótimo e temperatura) determinada para cada enzima isolada no substrato correspondente.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ROSSI, GUILHERME DUARTE; ZUCCHI, TIAGO DOMINGUES; GUIDOLIN, ALINE SARTORI; PERUCHI, ALINE; CONSOLI, FERNANDO LUIS. Chitin-degrading enzymes from an actinomycete ectosymbiont of Acromyrmex subterraneus brunneus (Hymenoptera: Formicidae). ANNALS OF MICROBIOLOGY, v. 65, n. 1, p. 565-574, MAR 2015. Citações Web of Science: 0.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.