Busca avançada
Ano de início
Entree

Ambiente computacional para análise de imagens intravasculares no tempo e no espaço

Processo: 10/18306-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2011
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2012
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Biomédica - Engenharia Médica
Pesquisador responsável:Sergio Shiguemi Furuie
Beneficiário:Murielle Hadad
Instituição-sede: Escola Politécnica (EP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Ultrassom   Imagens   Sincronização   Processamento de imagens

Resumo

Ultrassonografia Intravascular (USIV) e Coerência por Tomografia Óptica (OCT) são dois métodos de imageamento que permitem investigar o interior da coronária e principalmente as placas ateroscleróticas que podem bloqueá-la, causando infartos e isquemia. Não obstante, o cateter utilizado na USIV pode se mover de maneira livre na coronária devido ao movimento do coração. Este movimento não é linear como o pullback. Consequentemente, as imagens resultam desordenadas.De fato, o nosso primeiro objetivo é, a partir de um banco de dados de mais de 100 exames, avaliar um método de sincronização daquelas imagens dentro do ciclo cardíaco. Portanto, vamos reconstruir volumes de cada fase do ciclo cardíaco utilizando características mensuráveis das imagens. Dentro de cada fase, o movimento do cateter é quase unicamente o do pullback. Daí, as imagens são ordenadas por fase. Além disso, devido ao movimento longitudinal não-linear, vamos calcular o alinhamento espacial entre cada fase de maneira a ter regiões da coronária espacialmente equivalentes. Aplicaremos também estes processos sobre as imagens de OCT.Daí, pretendemos fazer uma análise dinâmica da coronária, que consistiria primeiramente em uma segmentação das imagens transversais da coronária, de forma a separar as diferentes camadas. Logo, consideramos estabelecer relações entre as variações de volume, a elasticidade e a pressão, assim como mudança de texturas que poderiam indicar a presença e o tipo de placas.Queremos então propor uma interface amigável no Matlab, para apresentar os resultados quantitativos úteis ao médico, com possibilidade de reordenar qualquer série de imagens USIV ou OCT e de visualizar também os parâmetros significativos da dinâmica da coronária.