Busca avançada
Ano de início
Entree

Processos composicionais em Villa-Lobos: Quarteto de cordas número 3

Processo: 12/06060-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2012
Vigência (Término): 30 de junho de 2013
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Artes - Música
Pesquisador responsável:Paulo de Tarso Camargo Cambraia Salles
Beneficiário:Denise Hiromi Aoki
Instituição-sede: Escola de Comunicações e Artes (ECA). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Quarteto de cordas   Análise musical

Resumo

Este projeto de pesquisa pretende analisar o Quarteto de Cordas no. 3 (1916) do compositor Heitor Villa-Lobos (1887-1959).Através de técnicas analíticas adequadas para a música villalobiana, pretende-se observar aspectos internos à própria obra (relações, formais, motívicas, harmônicas e texturais) bem como as relações intertextuais com compositores com quem Villa-Lobos partilhou dos problemas referentes à organização formal e harmônica nascidos na transição do século XIX para o XX. Dentre esses músicos podemos destacar aqueles que influenciaram os anos de formação de Villa-Lobos, como D'Indy, Franck, Debussy e Stravinsky e também seus contemporâneos, os quais contribuiram com soluções diversas para os diferentes aspectos da estruturação musical, como Schoenberg, Webern, Bartók, Milhaud, entre outros.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)