Busca avançada
Ano de início
Entree

Citocinas séricas e sua expressão gênica: correlação com as características clinicolaboratoriais e alterações metabólicas da dermatomiosite/polimiosite

Processo: 12/23227-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2013
Vigência (Término): 30 de junho de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Samuel Katsuyuki Shinjo
Beneficiário:Marilda Guimarães Silva
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:12/07101-4 - Citocinas séricas e sua expressão gênica: correlação com as características clinicolaboratoriais e alterações metabólicas da dermatomiosite/polimiosite, AP.R
Assunto(s):Polimiosite   Citocinas   Reumatologia   Dermatomiosite

Resumo

Dermatomiosite (DM) e polimiosite (PM) estão associadas a uma alta morbidade e incapacidade funcional. Sob o ponto de vista imunopatológico, há participação importante da imunidade humoral e celular, além de diversas citocinas. Entretanto, até o presente momento, estas citocinas séricas não foram analisadas simultaneamente em pacientes com MII. Além de estarem envolvidas com a quimiotaxia, a modulação e o recrutamente de células inflamatórias nos tecidos musculares acometidos, as citocinas podem exercer ações angiogênicas ou angiostáticas, modulando a expressão de fatores de crescimento angiogênicos. Em termos práticos, tais citocinas, em condições inflamatórias, podem alterar rapidamente o volume de vasos localmente, levando à hipóxia e, clinicamente, a mialgia e fraqueza muscular. A avaliação destas citocinas em MII, particularmente em DM, pode trazer dados interessantes para entender a fisiopatogênese relacionada a vasculopatia inflamatória. Além da função fundamental das citocinas no mecanismo imunológico, inflamatório e angiogênese, elas também desempenham um papel importante em síndrome metabólica, o que, em última análise, não só aumenta o risco de doenças cardiovasculares, mas também está associada a um quadro de processo inflamatório sistêmico e inespecífico. Em MII, baseando-se em poucos trabalhos, há apenas evidências indiretas do aumento de prevalência de síndrome metabólica, e nenhum estudo analisando as citocinas envolvidas nesta síndrome em DM/PM. Baseando-se nestes achados imunopatológicos, é relevante a caracterização de citocinas séricas (assim como a sua expressão gênica) como biomarcadores periféricas, correlacionando os dados com a atividade da doença, manifestações clinicolaboratoriais e alterações metabólicas encontradas em pacientes com DM/PM. Portanto, o presente trabalho visa: (a) Quantificação simultânea de diversas citocinas séricas de pacientes com DM/PM; (b) Avaliar os níveis de expressão gênica destas citocinas no sangue periférico; (c) Correlacionar estas citocinas com as características clinicolaboratoriais, alterações metabólicas e atividade da doença (DM/PM).