Busca avançada
Ano de início
Entree

O treinamento físico de natação no remodelamento vascular de artérias coronárias de ratos espontaneamente hipertensos: efeitos na expressão de microRNAs e perspectivas de identificação de alvos terapêuticos

Processo: 13/10472-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2013
Vigência (Término): 30 de setembro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Edilamar Menezes de Oliveira
Beneficiário:Fernanda Roberta Roque Redondo
Instituição-sede: Escola de Educação Física e Esporte (EEFE). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:10/50048-1 - Bases celulares e funcionais do exercício físico na doença cardiovascular, AP.TEM
Assunto(s):Hipertensão   MicroRNAs   Treinamento físico

Resumo

A hipertensão arterial (HA) constitui um importante problema de saúde pública que está associada às alterações vasculares como o remodelamento vascular. O treinamento físico (TF) é muito utilizado tanto para a prevenção quanto para o tratamento da HA promovendo efeitos vasculares benéficos. Mais recentemente uma nova classe de moléculas, os microRNAs (miRNAS), têm sido demonstrados como importantes reguladores gênicos, sendo considerados possíveis alvos terapêuticos para diversas patologias. Portanto, nossa proposta é estudar a expressão de miRNAs na artéria coronária de ratos hipertensos (SHR) e identificar possíveis miRNAs que tenham o seu perfil alterado com a HA e que poderiam ser modulados com o TF, para selecionar um miRNA específico que será testado como um possível protetor das alterações celulares que ocorrem em resposta à um estímulo patológico em cultivo celular. Para isso, este estudo será dividido em 2 etapas, onde, na 1a etapa serão utilizados ratos SHR e WKY (3 meses de idade) e SHR submetidos ao TF de natação (SHR T - 1x dia/5x na semana/ 10 semanas) para detectar os prováveis miRNAs que possam estar relacionados ao remodelamento vascular de artérias coronárias. Nesta etapa será realizado o controle da pressão arterial, frequência cardíaca e avaliação da capacidade cardiovascular dos animais, além de serem analisados a estrutura arterial, a expressão dos miRNAs, bem como a expressão de seus genes-alvo na artéria coronária. A 2a etapa deste projeto tem como objetivo testar a hipótese de que o miRNA selecionado pode ser utilizado para a prevenção das alterações celulares induzidas por um estímulo patológico (angiotensina II). Para isso, os experimentos serão realizados em cultivo de células do músculo liso vascular (CMLV) de artéria coronária de humanos. As CMLV serão previamente transfectadas com anti-miR ou miR-mímico (dependendo do padrão de expressão do miRNA selecionado para o estudo), ou um oligonucleotídeo incompatível com o miRNA estudado como controle (scrambler). Serão analisadas nas CMLV a viabilidade celular e suas capacidades funcional, migratória, proliferativa e apoptótica, além da expressão gênica do miRNA selecionado, bem como de seus genes-alvo que possam estar relacionados ao remodelamento vascular. Neste estudo testaremos a hipótese de que o TF pode modular miRNAs que contribuam para o processo de remodelamento vascular, os quais poderiam ser futuramente utilizados como fonte terapêutica para a HA.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.