Busca avançada
Ano de início
Entree

O drama francês nos palcos do Rio de Janeiro: circulação, recepção e aclimatação do gênero

Processo: 14/06398-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2014
Vigência (Término): 30 de abril de 2017
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Letras - Literatura Comparada
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Orna Messer Levin
Beneficiário:Bruna Grasiela da Silva Rondinelli
Instituição-sede: Instituto de Estudos da Linguagem (IEL). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:11/07342-9 - A circulação transatlântica dos impressos: a globalização da cultura no século XIX, AP.TEM
Bolsa(s) vinculada(s):15/13451-6 - O drama nos teatros brasileiros: conexões entre Rio de Janeiro, Paris e Lisboa, BE.EP.DR
Assunto(s):Teatro   Drama

Resumo

Esta proposta de pesquisa - integrante do projeto temático "Circulação Transatlântica dos Impressos: a globalização da cultura no século XIX" (FAPESP) - pretende dimensionar o impacto do drama francês nos primeiros anos do teatro romântico brasileiro. Para tanto, objetivamos reconstituir a circulação, as encenações e a recepção crítica e de público desse gênero estrangeiro no Rio de Janeiro, entre os decênios de 1830 e 1860. A partir do melhor conhecimento do repertório de dramas franceses representados nos palcos da capital do Império e do valor que o gênero obteve diante do público e da crítica, estudaremos a apropriação de seus elementos textuais e cênicos pelas produções de dois dramaturgos que compuseram e encenaram no período: Martins Pena e o imigrante francês Luis Antonio Burgain. O estudo terá como base, essencialmente, fontes primárias: anúncios de espetáculos, críticas teatrais e comunicados de espectadores publicados pelos periódicos do Rio de Janeiro; e os pareceres censórios do Conservatório Dramático Brasileiro. A hipótese de pesquisa sugere que o drama do romantismo francês desempenhou papel considerável na constituição do teatro romântico brasileiro e que Martins Pena e Burgain dialogaram com o gênero para compor as suas obras sérias. Adotando a perspectiva metodológica da História Cultural dos Espetáculos e do estudo comparativo de textos dramáticos, esta pesquisa busca compreender o modo pelo qual o repertório francês foi apropriado pela atividade teatral da Corte brasileira, na primeira metade do século XIX, pela ação de diferentes passeurs culturels (dramaturgos, companhias dramáticas, tradutores, revistas teatrais). Três abordagens complementares serão articuladas: a primeira levará em consideração a arte dos espetáculos nos teatros do Rio de Janeiro e a circulação transatlântica de textos dramáticos; a segunda, a discussão de teorias teatrais entre os críticos da época; e a terceira, as obras encenadas dos primeiros dramaturgos românticos, Martins Pena e Burgain. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
BRUNA GRASIELA DA SILVA RONDINELLI. Lágrimas e mitos : traduções e apropriações do melodrama francês no Brasil (1830-1910). 2017. Tese de Doutorado - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Estudos da Linguagem.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.