Busca avançada
Ano de início
Entree

Michel Foucault e a figura do sujeito de direito: pela criação de um direito novo e de modos de vida éticos e libertários

Processo: 14/08236-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2014
Vigência (Término): 13 de outubro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Humanas - História - Teoria e Filosofia da História
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Luzia Margareth Rago
Beneficiário:Priscila Piazentini Vieira
Instituição-sede: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Liberdade   Ética (filosofia)

Resumo

Este projeto pergunta pelas contribuições que os estudos da ética trouxeram ao pensamento de Michel Foucault, principalmente para refletir sobre a figura do "sujeito de direito" e a imagem de um "direito novo". Para isso, será importante destacar duas questões. Primeiramente, ler os trabalhos de Foucault dentro de uma tradição filosófica que critica os direitos humanos abstratos e assinala a relação entre o poder, o direito e a violência. Em segundo lugar, apoiando-se em seus cursos recentemente publicados, entender o sentido que a liberdade possui em seus últimos estudos, que é muito diverso do veiculado pelo liberalismo econômico, como do defendido pela teoria do contrato. A pesquisa, portanto, pretende compreender os trabalhos de Foucault sobre a ética não somente pela sua capacidade de criticar os conceitos tradicionais, mas também pela possibilidade de criar problemáticas novas, tais como as propostas de inventar um direito novo e de construir modos de vida éticos e libertários no presente. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Foucault e a coragem da verdade