Busca avançada
Ano de início
Entree

Células RWPE-1: correlação entre a expressão de p63 e do receptor de andrógenos (AR)

Processo: 14/23528-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2015
Vigência (Término): 30 de setembro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Citologia e Biologia Celular
Pesquisador responsável:Hernandes Faustino de Carvalho
Beneficiário:Leonardo de Oliveira Mendes
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:09/16150-6 - Regulação androgênica, sinalização e interações celulares no desenvolvimento, fisiologia e regressão prostática, AP.TEM
Assunto(s):Próstata

Resumo

O desenvolvimento da próstata dá-se a partir o epitélio do seio urogenital a partir de células que expressam p63. Animais knock out para p63 não desenvolvem próstata. A expressão da p63 é mantida no tip epitelial em crescimento e nas células basais ao longo das estruturas epiteliais. A indução prostática ocorre na dependência de andrógenos e ocorre, a princípio, a partir de fatores parácrinos produzidos pelo estroma que expressam o receptor de andrógeno (AR), enquanto o epitélio não expressa este receptor nuclear. Neste sentido, tanto a indução prostática como a provável diferenciação de células luminais secretoras a partir de células basais envolvem a inibição da expressão de p63 e ativação da expressão de AR. Células RWPE-1 representam um modelo excepcional para o estudo da indução prostática. Sub-populações celulares expressando a p63 ou o AR são encontradas em condições normais de cultivo. Quando tratadas com laminina (matrigel), elas passam a expressar PSA, cuja regulação em nível de transcrição depende do AR. Neste projeto, verificaremos os aspectos da regulação recíproca entre p63 e AR em células RWPE-1. Células cultivadas sobre vidro e células cultivadas sobre matrigel serão comparadas com respeito à expressão de p63 e AR. Demonstrada a expressão do AR, será determinado como o AR interage com a região promotora de p63 e como a p63 interage com a região promotora do AR. Serão realizados estudos de bioinformática para caracterizar os sítios de ligação para fatores de transcrição considerando cada um destas moléculas e experimentos de imunoprecipitação da cromatina para verificar a interação direta dos dois fatores de transcrição com a região promotora (e/ou enhancer) do gene da outra. Além disto, será iniciada a caracterização da provável via de sinalização que faz a transdução do sinal desengatilhado pela laminina até o nível da regulação da expressão gênica.