Busca avançada
Ano de início
Entree

Decaimentos de mésons pesados em três corpos e violação CP

Processo: 14/19094-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de março de 2015
Vigência (Término): 02 de março de 2020
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física das Partículas Elementares e Campos
Pesquisador responsável:Tobias Frederico
Beneficiário:Jorge Henrique de Alvarenga Nogueira
Instituição-sede: Divisão de Ciências Fundamentais (IEF). Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA). Ministério da Defesa (Brasil). São José dos Campos, SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):17/14695-1 - Explorando a estrutura de hádrons através da Equação de Bethe-Salpeter no espaço de Minkowski, BE.EP.DD
Assunto(s):Fenomenologia (física de partículas)   Reações de decaimento   Violação da simetria CP   Mésons   Grande Colisor de Hádrons   Espalhamento

Resumo

O projeto de doutorado consiste na investigação de decaimentos de mésons pesados em três corpos e violação Carga-Paridade (CP). Serão estudados decaimentos de mésons pesados, enfocando experimentos recentes do "Large Hadron Collider" LHC, em particular da colaboração LHCb, que observou a violação CP no decaimentos dos mésons conjugados de carga B± em três mésons leves. Pretendemos desenvolver modelos para descrever o decaimento desses mésons pesados em três mésons leves (KKK, KKÀ e ÀÀÀ), incluindo a interação de estado final em um formalismo consistente com a restrição oriunda da invariância da interação sob a transformação de carga, paridade e reversão temporal (CPT). Consideraremos a interação de estado final formulada através da matriz de transição de três corpos obtida da equação inhomôgenea de Bethe-Salpeter, aliando a decomposição de Faddeev à projeção na frente de luz. A consistência da formulação com a invariância CPT será verificada. Além disso investigaremos as amplitudes microscópicas, dito partônicos, onde reside a fase fraca da matriz CKM que viola CP, e são responsáveis pela formação dos canais mesônicos iniciais do processo de re-espalhamento hadrônico. Essas amplitudes partônicas, sejam elas correspondentes a formação de canais de dois ou três mésons, incluindo eventualmente ressonâncias, serão formuladas considerando-se diagramas de "loops" de quarks (diagramas de "árvore" e "pinguim"), onde os vértices mesônicos são obtidos de modelos covariantes para as amplitudes de Bethe-Salpeter, de modo a parametrizar as funções de onda de valência na frente de luz associadas a esses mésons, podendo também fazer uso da representação integral de Nakanishi e de modelos baseados na dualidade calibre-gravidade. (AU)