Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação de metastamiRs associados com atividade das quinases rock em sarcomas de Ewing: implicações no processo de invasão e metástase

Processo: 14/14475-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2015
Vigência (Término): 30 de junho de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Saúde Materno-infantil
Pesquisador responsável:María Sol Brassesco Annichini
Beneficiário:Paola Fernanda Fedatto
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Câncer infantil   Sarcoma de Ewing   Progressão tumoral   Metástase   Quinases associadas a rho

Resumo

O tratamento do câncer infantil tem evoluído de maneira significativa nas últimas décadas, porém está aquém do desejado. O sarcoma de Ewing (SEW) é o segundo tumor ósseo maligno mais frequente na idade pediátrica, sendo considerado inicialmente curável, mas apresenta uma grande propensão à recaídas e metástase devido à inerente quimiorresistência e à capacidade invasiva das células. Recentemente, a desregulação de metastamiRs e das quinases ROCK têm sido apontadas como fatores importantes na fisiopatologia e progressão de diferentes tumores devido ao seu papel no processo de migração celular. De fato, diferentes estudos sugerem que o bloqueio de elementos envolvidos no controle da migração celular podem diminuir a capacidade oportunista das células tumorais de invadir e metastizar em órgãos distantes, um passo considerado crítico na intervenção alvo-dirigida. Dessa forma, no presente projeto propõe-se avaliar a expressão dos metastamiRs modulados pela atividade das quinases ROCK em amostras de pacientes pediátricos acometidos com SEW e verificar os efeitos in vitro da expressão ectópica ou inibição dos metastamiRs modulados em linhagens celulares de SEW, enfatizando os processos de proliferação, migração e invasão. Pretende-se ainda avaliar a influência da modulação de metastamiRs nas linhagens celulares em relação à resistência e sensibilização aos tratamentos atualmente disponíveis. Os metastamiRs que resultarem em respostas significativas nos ensaios in vitro, serão utilizados para gerar células transformadas para condução de experimentos futuros in vivo que permitam estudar o potencial terapêutico do metastamiR em relação a disseminação tumoral.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)