Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização do perfil imunológico de pacientes com carcinoma não pequenas células de pulmão e sua potencial associação com papilomavírus humano

Processo: 14/23414-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de maio de 2015
Vigência (Término): 31 de julho de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Biologia Geral
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Adhemar Longatto Filho
Beneficiário:Estela Maria Silva
Instituição-sede: Hospital do Câncer de Barretos. Fundação Pio XII (FP). Barretos , SP, Brasil
Assunto(s):Infecções por Papillomavirus   Inflamação   Neoplasias pulmonares

Resumo

O câncer de pulmão é a principal causa mundial de morte em homens e a segunda em mulheres. De acordo com a Agência Internacional de Pesquisa de Câncer, 1,8 milhões de novos casos de câncer de pulmão e quase 1,6 milhões de mortes ocorreram em 2012. Aproximadamente 15% dos casos da doença são diagnosticados em fase inicial, quando o tratamento é mais eficiente, mesmo assim, a taxa de sobrevida continua baixa, de 14 a 17%. A maioria dos casos de câncer de pulmão (85%) é diagnosticada como carcinoma não pequenas células (NSCLC, do inglês non small cell lung cancer) que pode ser subdividido em três tipos histológicos principais: carcinoma de células escamosas, de células grandes e adenocarcinoma. Há evidências de estudos epidemiológicos e clínicos que sugerem risco aumentado de mortalidade por câncer de pulmão, associados ou não ao tabagismo, em decorrência de doenças inflamatórias do pulmão como doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC). O processo inflamatório é uma resposta complexa a estímulos resultante da interação de células do hospedeiro e moléculas de sinalização como citocinas (pró e antiinflamatórias), quimiocinas, fatores de crescimento e de angiogênese, que estão associadas a um desfecho desfavorável em neoplasias malignas. Portanto, a compreensão do papel da inflamação na patogênese do câncer de pulmão favorece a triagem de populações de alto risco para um pior prognóstico desta neoplasia. Existem poucos estudos que analisam o perfil imunológico desses pacientes e as potencias associações de um determinado perfil a fatores de risco e a controversa potencial participação do Papilomavírus humano (HPV) no desenvolvimento de alguns casos de carcinoma de pulmão. O presente estudo tem como principal objetivo avaliar uma série prospectiva de pacientes para se conhecer o perfil imunológico e analisar as possíveis correlações desses perfis com suas características clínicas. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SILVA, ESTELA MARIA; MARIANO, VANIA SAMMARTINO; AGUIAR PASTREZ, PAULA ROBERTA; PINTO, MIGUEL CORDOBA; NUNES, EMILY MONTOSA; SICHERO, LAURA; VILLA, LUISA LINA; SCAPULATEMPO-NETO, CRISTOVAM; SYRJANEN, KARI JUHANI; LONGATTO-FILHO, ADHEMAR. Human papillomavirus is not associated to non-small cell lung cancer: data from a prospective cross-sectional study. INFECTIOUS AGENTS AND CANCER, v. 14, n. 1 AUG 2 2019. Citações Web of Science: 0.
SILVA, ESTELA MARIA; MARIANO, VANIA SAMMARTINO; AGUIAR PASTREZ, PAULA ROBERTA; PINTO, MIGUEL CORDOBA; CASTRO, ANTONIO GIL; SYRJANEN, KARI JUHANI; LONGATTO-FILHO, ADHEMAR. High systemic IL-6 is associated with worse prognosis in patients with non-small cell lung cancer. PLoS One, v. 12, n. 7 JUL 17 2017. Citações Web of Science: 20.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.