Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de vacinas para Plasmodium vivax e descoberta de novos antígenos usando o modelo p. berghei

Processo: 14/23083-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2015
Vigência (Término): 30 de junho de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Parasitologia - Protozoologia de Parasitos
Pesquisador responsável:Daniel Youssef Bargieri
Beneficiário:Irina Dobrescu
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/13119-6 - Biologia celular e genética molecular de hemoparasitas, AP.JP
Assunto(s):Plasmodium berghei   Organismos geneticamente modificados   Plasmodium vivax   Vacinas

Resumo

A malária é uma doença evitável , diagnosticável e tratável . No entanto , a doença provoca milhares de mortes a cada ano, e milhões de pessoas ainda estão sob risco de infecção. Quase todos os casos de malária em todo o mundo são devido à infecção por Plasmodium vivax ou P. falciparum. Há uma necessidade urgente de eliminar a malária, uma vez que a resistência aos medicamentos está reaparecendo, e parece haver um consenso geral de que a eliminação não é simplesmente uma questão de intensificar a utilização das ferramentas disponíveis. Novas estratégias, como vacinas eficazes, serão necessárias. O desenvolvimento de uma vacina contra a malária é um dos maiores desafios em ciências biomédicas. Desenvolvimento de uma vacina contra o P. vivax é ainda mais desafiador, porque o parasita não pode ser continuamente cultivado em laboratórios. A falta de culturas tem sido um obstáculo retardando testes pré-clínicos de formulações de vacina contra o P. vivax baseadas em antígenos conhecidos, e também dificulta descoberta de novos antígenos. Este projeto tem duas principais propostas: i) usar um modelo murino de malária , P. berghei, para a geração de parasitas transgênicos híbridos expressando um antígeno da fese sanguínea de P. vivax, MSP1(19), e usar o P. berghei híbrido para desafiar ratos previamente vacinados com vacinas disponíveis baseadas na PvMSP1, testando a eficácia destas formulações; ii ) utilizar P. berghei para procurar homólogos funcionais da molécula PfRh5 em outras espécies de Plasmodium que não o P. falciparum. A PfRh5 é um candidato promissor a antígeno vacinal que se liga ao receptor CD147 na superfície das células hospedeiras, evento essencial para a invasão . O objetivo destas propostas é o de avançar com o desenvolvimento de vacinas contra o P. vivax através da geração de uma plataforma para testar formulações vacinais disponíveis, para as quais os testes de eficácia são escassos, e através da procura por novas vias de invasão em Plasmodium, homologas à via da PfRh5, podendo orientar a busca de novas vias de invasão em P. vivax para servir como alvos de vacinas.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CALIT, JULIANA; DOBRESCU, IRINA; GAITAN, XIOMARA A.; BORGES, MIRIAM H.; RAMOS, MARISE S.; EASTMAN, RICHARD T.; BARGIERI, DANIEL Y. Screening the Pathogen Box for Molecules Active against Plasmodium Sexual Stages Using a New Nanoluciferase-Based Transgenic Line of P-berghei Identifies Transmission-Blocking Compounds. Antimicrobial Agents and Chemotherapy, v. 62, n. 11 NOV 2018. Citações Web of Science: 4.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.