Busca avançada
Ano de início
Entree

Homeostase glicêmica e lipídica da prole de ratos obesos submetidos à derivação gástrica em y de roux

Processo: 15/11304-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2015
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Antonio Carlos Boschiero
Beneficiário:Mariana Carla Mendes Brandão
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Cirurgia bariátrica   Obesidade   Fisiologia endócrina

Resumo

A obesidade consiste em um importante problema de saúde pública com alta prevalência na população adulta assim como, na população infanto-juvenil. Evidências indicam que a nutrição e o metabolismo materno podem alterar, de forma estável, o fenótipo dos filhos, um fenômeno denominado de "programação fetal". Além disso, pesquisas tem direcionado o foco para o pai, demonstrando que a exposição fetal à obesidade paterna, além de aumentar o índice de massa corpórea na infância e na fase adulta, aumenta os riscos de desenvolvimento de co-morbidades relacionadas a esta síndrome. A obesidade e suas co-morbidades podem ser revertidas e, mesmo, evitadas, nos pais e nos filhos com a redução do peso corporal. A cirurgia bariátrica está entre os tratamentos mais eficazes e que oferecem resultados aceitáveis na perda de peso e redução dos riscos provenientes da obesidade e de suas co-morbidades. Dentre os procedimentos cirúrgicos, a derivação gástrica em Y de Roux (DGYR) é uma das técnicas mais efetivas para o tratamento de pacientes obesos diabéticos. A cirurgia de DGYR reduz a hiperglicemia e, frequentemente, causa remissão do diabetes em pacientes com obesidade mórbida e DM tipo 2, levando à melhora na sensibilidade à insulina e na função da célula beta. Porém, até o presente momento, não existem estudos demonstrando se a perda de peso e a melhora metabólica, após cirurgia bariátrica paterna, podem prevenir os efeitos deletérios da obesidade sobre parâmetros metabólicos dos filhos. Assim, neste projeto, será avaliado a homeostase glicêmica e lipídica na prole (1º geração) de machos obesos submetidos à cirurgia bariátrica de DGYR.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.