Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da relação entre marcadores inflamatórios e padrão de atrofia hipocampal e extra-hipocampal em pacientes com epilepsia de lobo temporal

Processo: 15/17066-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de setembro de 2015
Vigência (Término): 30 de novembro de 2018
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Fernando Cendes
Beneficiário:Marina Koutsodontis Machado Alvim
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/07559-3 - Instituto Brasileiro de Neurociência e Neurotecnologia - BRAINN, AP.CEPID
Assunto(s):Neurologia   Hipocampo   Epilepsia do lobo temporal   Esclerose hipocampal   Marcadores inflamatórios

Resumo

Introdução: A epilepsia de lobo temporal trata-se da epilepsia focal mais comum em centros terciários e quando apresenta esclerose hipocampal tem pior prognóstico em relação ao controle de crises com tratamento medicamentoso. A atividade inflamatória tem sido bastante associada às doenças neurológicas, inclusive epilepsia, como um provável fator de aumento da excitabilidade neuronal e um contribuinte para os danos cerebrais associados à patologia. Em 2013, a ILAE (International League Against Epilepsy) definiu os padrões de atrofia hipocampal. A relação entre os padrões de lesão hipocampal e extra-hipocampal e os marcadores inflamatórios envolvidos na epilepsia não foi ainda definida. Objetivo: Definir a associação de marcadores inflamatórios e padrões de alteração hipocampal e extra-hipocampal em pacientes com epilepsia de lobo temporal. Métodos: Serão estudados pacientes do ambulatório de Neurologia do Hospital das Clínicas da UNICAMP com diagnóstico de epilepsia de lobo temporal, com e sem esclerose hipocampal. Todos realizarão ressonância magnética. A volumetria hipocampal será realizada de forma automática através do programa Freesurfer, e o padrão de atrofia hipocampal, pela por segmentação automática das sub-regiões hipocampais pelo mesmo programa. O padrão de lesão extra hipocampal será avaliado por Volumetria Baseada em Voxels (VBM). Os marcadores inflamatórios que serão estudados serão IL-2, IL-4, IL-6, IL-10, TNF, IFN e IL-17 que já foram previamente colhidos e dosados no sangue de pacientes e controles saudáveis. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ALVIM, MARINA K. M.; MORITA, MARCIA E.; YASUDA, CLARISSA L.; DAMASCENO, BENITO P.; LOPES, TATILA M.; COAN, ANA CAROLINA; GHIZONI, ENRICO; TEDESCHI, HELDER; CENDES, FERNANDO. Is inpatient ictal video-electroencephalographic monitoring mandatory in mesial temporal lobe epilepsy with unilateral hippocampal sclerosis? A prospective study. Epilepsia, v. 59, n. 2, p. 410-419, FEB 2018. Citações Web of Science: 4.
ALVIM, MARINA K. M.; COAN, ANA C.; CAMPOS, BRUNNO M.; YASUDA, CLARISSA L.; OLIVEIRA, MARIANA C.; MORITA, MARCIA E.; CENDES, FERNANDO. Progression of gray matter atrophy in seizure-free patients with temporal lobe epilepsy. Epilepsia, v. 57, n. 4, p. 621-629, APR 2016. Citações Web of Science: 14.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
ALVIM, Marina Koutsodontis Machado. Avalia??o da rela??o entre marcadores inflamat?rios e padr?o de atrofia hipocampal e extra-hipocampal em pacientes com epilepsias de lobo temporal. 2019. Tese de Doutorado - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ci?ncias M?dicas.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.