Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação dos mecanismos envolvidos na sobrevivência de células de longa vida produtoras de anticorpos induzida pela IL-17 externalizada em NET (neutrophil extracellular traps)

Processo: 15/12224-6
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 01 de setembro de 2016
Vigência (Término): 30 de novembro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Celular
Pesquisador responsável:Carla Lima da Silva
Beneficiário:Carla Lima da Silva
Anfitrião: Bernhard Ryffel
Instituição-sede: Instituto Butantan. Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Université d'Orléans, França  
Vinculado ao auxílio:13/07467-1 - CeTICS - Centro de Toxinas, Imuno-Resposta e Sinalização Celular, AP.CEPID
Assunto(s):Imunorregulação   Memória imunológica   Thalassophryne nattereri   Células produtoras de anticorpos

Resumo

Os resultados do nosso grupo de pesquisa demonstram que a resposta de memória induzida pelo veneno de T. nattereri em camundongos Balb/c é caracterizada por uma inflamação crônica contendo neutrófilos produtores de IL-17A. Além disso, identificamos IL-17A retida em armadilhas extracelulares dos neutrófilos (NET) na cavidade peritoneal inflamada e baço. Usando o anticorpo antagonista do receptor de IL-1 (IL-1Ra) ou bloqueando a atividade enzimática de COX-2 com o tratamento com celecoxib mostramos que a resposta de neutrófilos produtores de IL-17A é dependente de IL-1² e COX-2, mas independente sobre de linfócitos T (usando CD4 KO). Confirmou-se que a sobrevivência de ASC B220neg na cavidade peritoneal inflamada crônica é regulada positivamente pela inflamação neutrofílica e por IL-1 e COX-2 ativas. Além disso, a sobrevivência ASC B220neg foi negativamente regulada por células T, RAG1 ou CD28.Dado o papel importante da IL-1 na promoção da produção de IL-17 pelos neutrófilos (Coccia et al., 2012), o controle do complexo inflamasome na produção de IL-1 (Banco & Ansorge, 2001), a regulação positiva de IL -17 na sobrevivência de ASC B220neg em modelos in vivo (Grund et al., 2012) e in vitro (Grund et al., 2013), e o papel essencial de neutrófilos produtores de IL-17A na sobrevivência de ASC B220neg seria de esperar que subsequentemente, a IL -17 em NET exerce controle sobre a sobrevivência da ASC terminalmente diferenciada. Esta hipótese no levou a propor a investigação dos sinais inatos como complexo inflamasome conduzindo a produção de IL-17 por neutrófilos, a extrusão de NET e externalização de IL-17 em NET, juntos envolvidos na manutenção da sobrevivência ASC. Assim, especulamos que a IL-17 presente nas NETs pode ter efeitos adicionais sobre a sobrevivência ASC. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DOS SANTOS, JANAINA CARDOSO; GRUND, LIDIANE ZITO; SEIBERT, CARLA SIMONE; MARQUES, ELINEIDE EUGENIO; SOARES, ANDERSON BRITO; QUESNIAUX, VALERIE F.; RYFFEL, BERNHARD; LOPES-FERREIRA, MONICA; LIMA, CARLA. Stingray venom activates IL-33 producing cardiomyocytes, but not mast cell, to promote acute neutrophil-mediated injury. SCIENTIFIC REPORTS, v. 7, AUG 11 2017. Citações Web of Science: 3.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.