Busca avançada
Ano de início
Entree

Maturação e diferenciação do pâncreas endócrino em prole de fêmeas submetidas ao tratamento com dexametasona durante a prenhez

Processo: 15/23285-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2016
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Silvana Auxiliadora Bordin da Silva
Beneficiário:Junia Carolina Rebelo dos Santos Silva
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/07607-8 - CMPO - Centro Multidisciplinar de Pesquisa em Obesidade e Doenças Associadas, AP.CEPID
Assunto(s):Dexametasona   Fisiologia endócrina

Resumo

A restrição de crescimento intra-uterino, resultando em baixo peso ao nascer, é considerado um importante fator de risco para o desenvolvimento posterior de doenças metabólicas. Vários estudos epidemiológicos demonstram uma ligação entre o baixo peso ao nascer à susceptibilidade ao desenvolvimento de diabetes tipo 2, hipertensão arterial, doenças cardiovasculares e obesidade mais tarde na vida. Vários modelos são empregados para o estudo da restrição de crescimento intra-uterina, como a restrição calórica, desnutrição e o emprego de glicocorticoides. Em nosso laboratório utilizamos o modelo de administração de dexametasona na água de beber por apresentar alta reprodutibilidade dos efeitos biológicos e, mais importante, ser característica comum de vários insultos metabólicos, como desnutrição calórico-proteica, estresse e obesidade. Em ratos, a administração de dexametasona durante a prenhez leva a redução do peso ao nascer e resulta em intolerância à glicose e obesidade na vida adulta da prole. Apesar da insulina ser expressa nas células beta pancreáticas de fetos entre a 8ª e 9ª semana de gestação em humanos e 13,5 dias em camundongos, a maturação da capacidade secretória ocorre somente alguns dias após o nascimento. Evidências mostram que, durante a fase fetal e nos estágios iniciais da vida neonatal, a resposta secretória de insulina à glicose e o influxo de Ca2+ são deficitários em relação aos observados na fase adulta. Ainda, o padrão bifásico de secreção não é encontrado no período perinatal. Essas características só passam a ser observadas a partir do 3º dia após o nascimento. Os mecanismos envolvidos no processo de maturação da resposta secretória de insulina desencadeado durante o desenvolvimento são relativamente conhecidos. O papel de alguns fatores de transcrição envolvidos na maturação da célula beta na fase pré- e pós-natal, como Ngn3, PDX-1, Nkx6.1, Nkx2.2 e MafA e sua regulação por microRNAs já foram identificados. Ainda não há relatos sobre a influência do excesso pré-natal de glicocorticóides sobre a ação coordenada destes fatores na maturação pancreática. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
VERONESI, VANESSA BARBOSA; PIOLI, MARIANA RODRIGUES; DE SOUZA, DAILSON NOGUEIRA; TEIXEIRA, CAIO JORDAO; MURATA, GILSON MASAHIRO; SANTOS-SILVA, JUNIA CAROLINA; HECHT, FERNANDA BALLERINI; VICENTE, JULIA MODESTO; BORDIN, SILVANA; ANHE, GABRIEL FORATO. Agomelatine reduces circulating triacylglycerides and hepatic steatosis in fructose-treated rats. BIOMEDICINE & PHARMACOTHERAPY, v. 141, SEP 2021. Citações Web of Science: 0.
DE SOUZA, DAILSON NOGUEIRA; TEIXEIRA, CAIO JORDAO; VERONESI, VANESSA BARBOSA; MURATA, GILSON MASAHIRO; SANTOS-SILVA, JUNIA CAROLINA; HECHT, FERNANDA BALLERINI; VICENTE, JULIA MODESTO; BORDIN, SILVANA; ANHE, GABRIEL FORATO. Dexamethasone programs lower fatty acid absorption and reduced PPAR-gamma and fat/CD36 expression in the jejunum of the adult rat offspring. Life Sciences, v. 265, JAN 15 2021. Citações Web of Science: 0.
SANTOS-SILVA, JUNIA CAROLINA; DA SILVA, PRISCILLA MUNIZ RIBEIRO; DE SOUZA, DAILSON NOGUEIRA; TEIXEIRA, CAIO JORDAO; BORDIN, SILVANA; ANHE, GABRIEL FORATO. In utero exposure to dexamethasone programs the development of the pancreatic beta- and alpha-cells during early postnatal life. Life Sciences, v. 255, AUG 15 2020. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.