Busca avançada
Ano de início
Entree

Uma nova proposta de análise do teste de nado forçado para o estudo dos comportamentos do tipo depressivo na cepa Wistar Audiogenic Rat (WAR)

Processo: 15/20402-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2015
Vigência (Término): 30 de novembro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia
Pesquisador responsável:Norberto Garcia Cairasco
Beneficiário:Iago Blanco Bacchiega
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Neurofisiologia   Epilepsia   Comorbidade   Depressão   Transtorno depressivo maior   Teste de nado forçado   Modelos animais de doenças

Resumo

A epilepsia é considerada uma das doenças neurológicas de maior prevalência mundial; atualmente afeta cerca de 50 milhões de pessoas; sua incidência cresce principalmente nos países em desenvolvimento. O Transtorno Depressivo Maior (DM) afeta aproximadamente 17% da população global e apresenta comorbidades importantes, coexistindo, por exemplo, com a epilepsia. No estudo do comportamento do tipo depressivo, modelos animais são ferramentas de pesquisa indispensáveis para entender os mecanismos subjacentes às comorbidades. A cepa Wistar Audiogenic Rat (WAR) é uma linhagem de ratos selecionada a partir de intercruzamentos de ratos Wistar que apresentam comportamento de crises convulsivas frente a um estímulo acústico. Ademais, exibem hiperativação do eixo Hipotálamo-Pituitária-Adrenal (HPA), secreção acentuada de corticosterona, redução central da serotonina, e maiores níveis de ansiedade no Teste de Labirinto em Cruz Elevado. Estas características também estão presentes em pacientes diagnosticados com DM. Estas características da cepa WAR a tornam um modelo animal relevante para o estudo da comorbidade epilepsia-depressão. Dentre os testes utilizados no estudo do comportamento do tipo depressivo um dos mais aplicados é o Teste de Nado Forçado (TNF). Este teste, frequentemente utilizado como teste pré-clínico de fármacos antidepressivos, consiste-se na análise principalmente da imobilidade de roedores submetidos a uma situação de nado. Porém, embora o TNF apresente uma boa confiabilidade, observa-se inespecificidade no substrato de atuação de antidepressivos e drogas psicoestimulantes; e efeito controverso da sessão pré-teste sobre a sessão teste. Além do mais, a análise é pautada em número reduzido de comportamentos. Portanto, o objetivo desse projeto é propor uma análise neuroetológica (sequências comportamentais) do TNF nas sessões pré-teste e teste, assim como avaliar o substrato neuronal envolvido com o comportamento do tipo depressivo por meio da imunohistoquímica de c-Fos em ratos WAR. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.