Busca avançada
Ano de início
Entree

Filogenia, sistemática e diversificação de fungos do gênero Escovopsis associados às formigas Attini

Processo: 16/04955-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2016
Vigência (Término): 31 de maio de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:André Rodrigues
Beneficiário:Quimi Vidaurre Montoya
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:12/25299-6 - Estudos integrados para o controle de formigas cortadeiras, AP.TEM
Bolsa(s) vinculada(s):18/07931-3 - Evolução de fungos parasitas encontrados em colônias das formigas atíneas, BE.EP.DR
Assunto(s):Simbiose   Zoologia (classificação)   Micologia   Evolução animal   Fungos

Resumo

As formigas attini mantêm uma relação de mutualismo com fungos que cultivam como alimento. O parceiro fúngico é alvo de fungos parasitas especializados do gênero Escovopsis. Apesar da importância desse gênero nos estudos sobre controle biológico das attini cortadeiras de folhas (derivadas) não existe um estudo taxonômico e sistemático sobre Escovopsis. Resultados recentes de nossos estudos (Projetos JP-FAPESP n. 2011/16765-0 e 2013/25748-8) sugerem que o parasita apresenta uma elevada diversidade, bem como uma alta variabilidade morfológica com várias adaptações para parasitar seus hospedeiros. Entretanto, pouco se conhece a respeito dos Escovopsis presentes nas colônias das attini não-cortadeiras de folhas (basais). Nesse contexto, este projeto pretende realizar um estudo abrangente, considerando Escovopsis de diferentes espécies de formigas de diferentes regiões geográficas, para responder às seguintes perguntas: I) Qual é a diversidade do gênero Escovopsis?, II) Tal diversidade é semelhante entre as atíneas derivadas e basais? e (III) Qual é a variabilidade morfológica do gênero? Para tanto, nós investigaremos uma coleção compreensiva de Escovopsis (aprox. 400 isolados) obtida ao longo dos anos pelo nosso grupo de pesquisa e pelo laboratório do Dr. Ulrich G. Mueller (UTexas, Austin, EUA), bem como outras linhagens que serão obtidas em coletas adicionais. Todos os isolados serão sequenciados para três marcadores moleculares (ITS, tef1 e LSU) visando inferir uma filogenia compreensiva desse fungo; adicionalmente, uma análise detalhada das diferentes estruturas morfológicas será realizada. Este trabalho permitirá conhecer a diversidade genética e morfológica do gênero, culminando na descrição de novas espécies, e criando uma base taxonômica para futuros trabalhos de controle biológico com esse fungo. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MONTOYA, QUIMI VIDAURRE; SUTTA MARTIARENA, MARIA JESUS; POLEZEL, DANILO AUGUSTO; KAKAZU, SERGIO; RODRIGUES, ANDRE. More pieces to a huge puzzle: Two new Escovopsis species from fungus gardens of attine ants. MYCOKEYS, n. 46, p. 97-118, FEB 18 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.