Busca avançada
Ano de início
Entree

Aplicação de sensores nanomecânicos de cantilever para detecção de metástases de carcinoma epidermóide de cabeça e pescoço (CECP)

Processo: 15/25549-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de julho de 2016
Vigência (Término): 30 de junho de 2018
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Pesquisador responsável:Fabio de Lima Leite
Beneficiário:Mariana Arnaud de Andrade Bortolini
Instituição-sede: Centro de Ciências e Tecnologias para a Sustentabilidade (CCTS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). Sorocaba , SP, Brasil
Assunto(s):Biomarcadores   Microscopia de força atômica   Neoplasias

Resumo

O Carcinoma Epidermóide de Cabeça e Pescoço (CECP) se trata de uma neoplasia que acomete as regiões da cavidade oral, faringe e laringe com alta incidência, chegando a aproximadamente 600 mil novos casos por ano. De acordo com o diagnóstico clínico e a classificação tumoral estabelecida, como a do sistema TNM (tumor, nódulos linfáticos, metástase), pode-se definir qual abordagem terapêutica o paciente será submetido, de acordo com as características do tumor e sua extensão. Dessa forma, aplicar uma metodologia que permita uma melhor classificação de linfonodos metastáticos ou metástases cervicais trata-se de uma aplicação fundamental para determinação abordagem terapêutica, a fim de que seja possível corroborar com as etapas de classificação de tumores CECP. A utilização de marcadores moleculares baseados em miRNAs vem sendo amplamente divulgada na literatura, dessa forma, uma melhor classificação do estadiamento tumoral utilizando tais marcadores moleculares trata-se de uma abordagem promissora. Este projeto tem como objetivo principal o desenvolvimento de um genossensor com microalavancas (cantilevers) de AFM para análise e detecção de marcadores de miRNA (miR-203 e miR-205) para estudo da metástase em linfonodos cervicais. O genossensor será construído a partir da modificação química das superfícies das microavalancas, ou seja, as microalavancas de AFM serão funcionalizadas com fitas complementares dos marcadores de miRNAs. Em seguida, as mesmas microalavancas serão submetidas ao contato com amostras que possuam os marcadores de metástase (miR-203 e miR-205). Dessa forma, as fitas funcionalizadas serão sujeitas à interação com os marcadores presentes na amostra, devido à complementariedade de ambos. Portanto, de acordo com o anelamento entre as fitas e os marcadores, as microalavancas defletirão, e, a partir da deflexão serão medidas as forças de interação intermoleculares entre as fitas funcionalizadas e os marcadores presentes nas amostras. O caráter inovador deste projeto se trata do desenvolvimento de uma nova metodologia de detecção de metástase, utilizando amostras sintéticas e amostras biológicas de linhagens celulares de CECP, com o intuito de melhor classificar o estadiamento destes tumores em relação à presença e metástases linfonodais.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.