Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da conectividade funcional e estrutural e sua relação com distúrbios de memória em pacientes com epilepsia de lobo temporal mesial

Processo: 16/10433-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2016
Vigência (Término): 30 de junho de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Fernando Cendes
Beneficiário:Tamires Araujo Zanão
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/07559-3 - Instituto Brasileiro de Neurociência e Neurotecnologia - BRAINN, AP.CEPID
Bolsa(s) vinculada(s):18/05393-4 - Caracterização de danos estruturais por imagem por tensor de difusão em pacientes com epilepsia de lobo temporal, BE.EP.DR
Assunto(s):Memória (psicologia)   Neurologia   Neuroimagem   Epilepsia do lobo temporal   Imagem por ressonância magnética funcional

Resumo

A epilepsia é caracterizada pela recorrência de crises epilépticas associadas a diferentes substratos etiológicos, excluindo as crises sintomáticas provocadas por lesões cerebrais agudas, como colisões que causam injúrias momentâneas ao cérebro ou por desarranjos metabólicos, como febres e uso de drogas. As crises epilépticas apresentam semiologia variável a depender da região cortical envolvida, podendo ser localizadas (focais) ou difusas (generalizadas). O subtipo mais comum de epilepsia focal é a Epilepsia de Lobo Temporal Mesial (ELTM). Aspectos diários da vida das pessoas com epilepsia são afetados por comorbidades que prejudicam a cognição e as relações sociais. Embora seja de conhecimento geral que os sintomas da ELTM não são necessariamente focais, pouco se sabe sobre prejuízos cognitivos causados por esse tipo de epilepsia. A disfunção do estado basal ou de "repouso" cerebral (Resting State Network [RSN]), que inclui uma série de redes que estão conectadas funcionalmente, pode ter um papel na gênesis de complicações cognitivas ou psiquiátricas. Esta hipótese, no entanto, continua sendo especulativa e novos estudos clínicos são necessários para acessar a possível correlação entre a gravidade das disfunções cognitivas em pacientes com ELTM e o prejuízo do RSN (Cataldi et al., 2013). A análise de DTI fornece inferências de microestrutura da substância branca de modo não invasivo, através da medição da difusão anisotrópica da água dos tratos. As informações medidas pela DTI podem ser um sinal de alterações funcionais, clínicas e comportamentais. O presente projeto buscará utilizar ressonância magnética funcional (resting state networks) e estrutural (DTI) para analisar possíveis correlações entre estes e o prejuízo de aspectos cognitivos comuns à pacientes com epilepsia de lobo temporal mesial. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.