Busca avançada
Ano de início
Entree

Via de sinalização Hippo, divisão assimétrica e tolerância a aneuploidia em células tumorais

Processo: 16/24234-9
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2017
Vigência (Término): 30 de abril de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Citologia e Biologia Celular
Pesquisador responsável:Oswaldo Keith Okamoto
Beneficiário:Beatriz de Araujo Cortez
Supervisor no Exterior: Neil Ganem
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Boston University (BU), Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:14/10519-6 - Via de sinalização Hippo e divisão assimétrica de células-tronco tumorais derivadas de meduloblastoma humano, BP.PD
Assunto(s):Células tumorais   Aneuploidia   Divisão celular   Instabilidade cromossômica

Resumo

A via de sinalização Hippo é uma cascata de fosforilações que culmina na inativação de YAP, inibindo sua atividade como fator de transcrição. Inicialmente esta via foi descrita por controlar a proliferação celular, crescimento dos órgãos e fenótipo de células-tronco, e posteriormente a inativação da via (ou atividade exacerbada de YAP) foram relacionados com diferentes tipos de câncer. Porém, os mecanismos pelos quais a via Hippo e a atividade de YAP favorecem o desenvolvimento tumoral ainda não foram totalmente elucidados. Dados recentes obtidos a partir de culturas de células normais mostram que a via Hippo é importante para a inibição da proliferação de células tetraploides. Esses dados, ainda não investigados em células tumorais, indicam que a via Hippo e YAP podem estar relacionados à instabilidade cromossômica e aneuploidia. Durante o desenvolvimento projeto de pós-doutorado que visa o estudo da regulação da divisão assimétrica pela via Hippo em células-tronco tumorais, foi observado um dado novo: células-filhas ainda durante as fases finais da mitose apresentaram conteúdo diferentes de YAP. O objetivo do presente projeto é elucidar os mecanismos moleculares que que controlam a assimetria de YAP durante a mitose, e como a atividade de YAP pode interferir na instabilidade cromossômica e heterogeneidade genética em culturas de células tumorais. Será avaliado por microscopia confocal de alta resolução se o padrão de segregação de moduladores da atividade de YAP (componentes da via Hippo e actina) se correlaciona com a segregação de YAP durante a mitose. Para mimetizar o comportamento de células-filhas com diferentes níveis de YAP, serão geradas linhagens celulares com superexpressão e knockout do gene. Com o uso dessas linhagens será possível relacionar a atividade de YAP com a indução de instabilidade cromossômica através da análise da segregação cromossômica, formação de micronúcleos e pontes cromossômicas por microscopia em tempo real. Para determinar se a atividade de YAP é importante para a tolerância a aneuploidia em células tumorais e se ela contribui para a heterogeneidade genética nestas células, os níveis de aneuploidia serão avaliados após a indução de erros de segregação cromossômica em células YAP+ e YAP-/-. (AU)