Busca avançada
Ano de início
Entree

Complexo FEPASA em Jundiaí-SP: viabilidade de novos usos sociais ao patrimônio industrial

Processo: 17/06220-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de julho de 2017
Vigência (Término): 31 de agosto de 2019
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Arquitetura e Urbanismo - Projeto de Arquitetura e Urbanismo
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Eduardo Romero de Oliveira
Beneficiário:Milena Meira da Silva
Instituição-sede: Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação (FAAC). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Bauru. Bauru , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):18/00569-7 - Categoria de paisagem e metodologias espaciais aplicadas ao patrimônio industrial, BE.EP.MS
Assunto(s):Ferrovias   Patrimônio ferroviário   Preservação

Resumo

A presente investigação propõe uma análise sobre os remanescentes protegidos da antiga Companhia Paulista de Estradas de Ferro (Jundiaí-SP) em relação a viabilidade de usos condizentes com a preservação do patrimônio industrial, considerada a infraestrutura de apoio presente em seu entorno. Atualmente o conjunto é conhecido como Complexo FEPASA e protegido pelo IPHAN desde 2001. De maneira específica este estudo busca levantar dados sobre a atual condição e estado de conservação dos bens protegidos (através de estudo sobre seu processo de tombamento), a fim de cotejar em função dos critérios existentes de conservação; verificar os usos atribuídos na atualidade e sua adequação às diretrizes existentes para a salvaguarda do patrimônio (a partir de fichas previamente elaboradas), com o intuito de identificar sua adequação a critérios expostos em cartas internacionais de preservação do patrimônio; caracterizar as políticas de preservação e urbanística existente sobre o complexo e seu entorno, a fim de apresentar diretrizes urbanísticas de identificação; Identificar os serviços e equipamentos presentes no entorno do conjunto (a partir de ferramenta de georreferenciamento), com o intuito de inferir sobre seu suporte aos usos atuais do Complexo; e por fim, pretende-se levantar os valores atribuídos pela comunidade ao conjunto protegido (a partir de entrevista semiestruturada), para que se permita uma reavaliação quantos aos usos atuais e potenciais a partir do mapeamento dos dados coletados anteriormente. Ao fim desse projeto, pretende-se chegar a um modelo de análise de destinação de uso passível de ser aplicado aos complexos industriais, visto que a preservação desses conjuntos é uma problemática comum presente em diversos municípios. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.