Busca avançada
Ano de início
Entree

Uma abordagem baseada em serviços ecossistêmicos para planejar e avaliar a reabilitação de áreas degradadas em mineração

Processo: 17/10557-3
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 11 de dezembro de 2017
Vigência (Término): 10 de março de 2018
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Minas
Pesquisador responsável:Luis Enrique Sánchez
Beneficiário:Luis Enrique Sánchez
Anfitrião: Angus Morrison-Saunders
Instituição-sede: Escola Politécnica (EP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Local de pesquisa : Murdoch University, Austrália  
Assunto(s):Serviços ambientais   Restauração ecológica   Bauxita   Mineração

Resumo

O conceito de serviços ecossistêmicos - atualmente aplicado a vários contextos decisórios e de planejamento - pode ser empregado para avaliar os resultados de reabilitação de áreas degradadas na mineração. Uma ferramenta denominada Ecosystem Services Approach to Rehabilitation (ESAR) está sendo desenvolvida e testada em duas minas de bauxita, localizadas em Juruti (Brasil) e Pinjarra (Austrália). Nos dois casos, a mineração em tiras permite que a reabilitação avance concomitantemente ao avanço da lavra, o que, aliado à longa vida útil (da ordem de décadas) favorece a adoção de uma abordagem adaptativa de gestão ambiental. A mina de Juruti está em operação desde 2009, enquanto as minas australianas têm uma longa história de reabilitação, que têm sido objeto de monitoramento e avaliação. Em ambos os casos, a reabilitação objetiva restaurar estrutura e função dos respectivos ecossistemas florestais. Avaliar em que medida tais esforços também resultam na restauração de serviços ecossistêmicos, favorecendo beneficiários locais e globais, é um dos resultados esperados do ESAR. Alguns serviços ecossistêmicos e seus indicadores são selecionados em cada caso e relacionados a indicadores e dados de monitoramento coletados pelas empresas, atendendo a requisitos legais ou gerenciais (como crescimento de vegetação e diversidade florística). O componente da pesquisa descrito nesta proposta objetiva realizar uma apreciação crítica da versão revisada do ESAR (depois de seu teste na Austrália), aperfeiçoar seus componentes e identificar suas limitações. O ESAR será submetido a uma avaliação por pares por meio de um questionário enviado a especialistas e uma oficina de trabalho reunindo pesquisadores e especialistas do governo e da indústria.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.