Busca avançada
Ano de início
Entree

Prevalência de dor em pessoas que vivem com HIV/AIDS

Processo: 17/09625-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2017
Vigência (Término): 31 de agosto de 2018
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Enfermagem - Enfermagem de Doenças Contagiosas
Pesquisador responsável:Priscilla Hortense
Beneficiário:Fernanda Bradbury
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Dor   AIDS   HIV   Imunossupressão

Resumo

Uma das doenças que mais causam imunossupressão na vida das pessoas é a AIDS, suas características estão baseadas na baixa imunidade permitir o aparecimento de doenças oportunistas, que recebem esse nome por se aproveitarem da fraqueza do organismo, atingindo o estágio mais avançado da doença. Quem chega a essa fase, por não saber ou não seguir o tratamento indicado pelos médicos, pode sofrer de hepatites virais, tuberculose, pneumonia, toxoplasmose e alguns tipos de câncer e variada intensidade de dor em diferentes locais. Dessa forma, através desse projeto levantar-se-ão dados a partir de entrevistas com seus portadores a fim de desencadear informações a respeito da prevalência de dor em pessoas vivendo com HIV/AIDS, suas características sociodemográficas, clínicas e relacionadas à dor. Trata-se de um estudo descritivo correlacional, observacional, de corte transversal e de caráter quantitativo para verificar a prevalência da dor em PVHA de uma cidade do interior do estado de São Paulo (AU)