Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de imunossenssor e sensor eletroquímico para detecção de analitos de caráter clínico

Processo: 17/17572-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2017
Vigência (Término): 31 de maio de 2019
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Analítica
Pesquisador responsável:Bruno Campos Janegitz
Beneficiário:Gabriela Carolina Mauruto de Oliveira
Instituição-sede: Centro de Ciências Agrárias (CCA). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). Araras , SP, Brasil
Assunto(s):Biotecnologia   Interleucina-6   Hemoglobinas

Resumo

As evoluções trazidas ao longo dos ultimos anos no setor médico envolvem tecnologias capazes de fornecer respostas confiáveis e rápidas a problemáticas antes muito complexas e dispendiosas. As técnologias point-of-care encabeçam essas inovações visando tornar o atendimento a pacientes mais individualizado e possibilitando que diagnóticos possam ser obtidos de forma rápida, com alta precisão em qualquer local e situação. A aplicação de sensores eletroquímicos para essa finalidade mostrou-se promissora visto serem passíveis de ilimitadas possibilidades de design, estruturas e aplicações, vendo na construção de biossensores por marcadores específicos a possibilidade de uma metodologia com seletividade elevada. Neste contexto, as tecnologias de impressão como screen- printing e sputtering para construção de eletrodos descartáveis vem sendo visadas e adaptadas possibitando que materiais de baixo custo, inertes e ambientalmente corretos possam ser utilizados como suporte, além do estudo de novas tintas com propriedades flexíveis e materiais condutores que forneçam infinitas possibilidades à condução elétrica e imobilização de moléculas biológicas. O setor clínico mostra-se uma importante área para introdução dos sensores descartáveis, considerando a crescente demanda por pesquisas relacionadas a marcadores bioquímicos e biomarcadores além de uma constante busca por dispositivos mais acessíveis, de uso simplificado e que se moldem as necessidades. Dentre os biossensores, os imunossensores destacam-se por utilizarem-se da complementariedade antígeno-anticorpo como princípio de detecção, podendo utilizar-se desse mecanismos como importante aliado no diagnóstico e progressão de doenças. Seja como marcador imunológico seja como marcador bioquímico, o setor clínico busca constantemente novas possibilidades na garantia de um diagnóstico rápido e que forneça respostas claras e pontuais. Deste modo, o presente projeto visa o desenvolvimento de estruturas diferenciadas de sensores e imunossensores eletroquímicos a partir da construção de eletrodos através das técnicas de screen-printing e sputtering, utilizando tinta de carbono, ouro e/ou platina, com e sem propriedades flexíveis, para a aplicação na detecção de marcadores biológicos de importância clínica.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PEREIRA, TAMIRES DOS SANTOS; MAURUTO DE OLIVEIRA, GABRIELA C.; SANTOS, FABRICIO APARECIDO; RAYMUNDO-PEREIRA, PAULO A.; OLIVEIRA, JR., OSVALDO N.; JANEGITZ, BRUNO CAMPOS. Use of zein microspheres to anchor carbon black and hemoglobin in electrochemical biosensors to detect hydrogen peroxide in cosmetic products, food and biological fluids. Talanta, v. 194, p. 737-744, MAR 1 2019. Citações Web of Science: 4.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.