Busca avançada
Ano de início
Entree

Encapsulação de curcumina em BioMOF-100 funcionalizado com folato: desenvolvimento e avaliação do potencial no tratamento do Câncer de Mama

Processo: 17/26065-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2018
Vigência (Término): 31 de julho de 2021
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia - Farmacotecnia
Pesquisador responsável:Marlus Chorilli
Beneficiário:Renata Carolina Alves
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCFAR). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):18/26405-0 - Modificação de superfície com ácido fólico em metal-organic frameworks mesoporos carregados com curcumina através de reações click, BE.EP.DR
Assunto(s):Nanotecnologia   Microencapsulação   Curcuma   Folato   Biomateriais   Citotoxicidade   Neoplasias mamárias

Resumo

O Câncer de Mama é o mais incidente e a causa mais frequente de morte por Câncer em mulheres, representando a quinta causa de morte por Câncer em geral. De particular interesse são os tumores de mama triplo negativos, de prognóstico desfavorável, que podem expressar receptores de folato, o que pode ser útil para o delineamento de estratégias para o direcionamento da terapia ao alvo tumoral. A curcumina (CCM), extraída da planta curcuma longa, possui atividades quimiopreventivas e antitumorais contra alguns tipos de Câncer agressivos e recorrentes, tal como o Câncer de Mama. Apesar de seu grande potencial na terapia antitumoral, a CCM possui limitações, que incluem baixa solubilidade em água em condições de pH fisiológico e ácido, hidrólise rápida em pH alcalino e instabilidade em presença de luz. Desta forma, um sistema de liberação que permita a administração eficiente da CCM é de suma importância. Neste sentido, Biocompatible Metal Organic Frameworks (BioMOFs), ou seja, polímeros de coordenação, podem ser promissores e atrativos para incorporação e liberação modificada deste fármaco. Assim, esse projeto tem como objetivo encapsular CCM no BioMOF-100 funcionalizado com folato e avaliar o potencial deste carreador no tratamento do Câncer de Mama em modelos in vitro e in vivo. A caracterização físico-química do sistema envolverá avaliações de cristalinidade, morfologia, estabilidade térmica, eficiência de encapsulação do fármaco e quantificação de folato presente no carreador após funcionalização. Por fim, o sistema será avaliado in vitro, por meio do ensaio de citotoxicidade em linhagens celulares que expressam ou não o receptor de folato e in vivo, em modelo de toxicidade aguda e Câncer de Mama triplo negativo. (AU)