Busca avançada
Ano de início
Entree

O nocaute do Mfn1 no oócito bloqueia a foliculogênese em camundongos por inibir a via PI3K-Akt

Processo: 18/06119-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2018
Vigência (Término): 31 de outubro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Animal
Pesquisador responsável:Marcos Roberto Chiaratti
Beneficiário:Fabrícia Heloísa Cavicchioli Sugiyama
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/04372-0 - DNA mitocondrial: mecanismos de manutenção de sua estabilidade e impacto em doenças, AP.TEM
Bolsa(s) vinculada(s):18/23734-3 - Efeitos do excesso da mitofusina 2 durante o crescimento de oócitos in vitro, BE.EP.IC
Assunto(s):Mitofusina 1   Oócitos   Células da granulosa   Mitocôndrias

Resumo

Mitocôndrias são organelas essenciais para o desenvolvimento do oócito, caracterizando-se pela morfologia arredondada, pequeno tamanho e elevada quantidade. Essas características são dependentes da dinâmica mitocondrial, a qual determina a atividade, o transporte e a degradação dessas organelas. A dinâmica mitocondrial é determinada por eventos de fusão e fissão, sendo que a fusão da membrana mitocondrial externa é promovida pelas mitofusinas (MFN1 e MFN2). Recentemente, observamos que o nocaute condicional (cKO) de Mfn1 resultou em bloqueio da foliculogênese, crescimento oocitário deficiente, reduzido conteúdo de DNA mitocondrial (mtDNA) e baixo nível de ATP. Já, o duplo cKO de Mfn1 e Mfn2 resgatou parcialmente a foliculogênese e o crescimento oocitário, o conteúdo de mtDNA e o nível de ATP. Este resgate pareceu ser devido ao reestabelecimento no oócito e/ou nas células da granulosa da via de sinalização PI3K-AKT, a qual estava inibida nos oócitos Mfn1-cKO. Neste projeto, pretendemos confirmar esses achados por cultivo in vitro de complexos de células da granulosa-oócitos (GOCs). Se confirmado, iremos cultivar GOCs Mfn1-cKO na presença de um agonista de PI3K (740YP) e um antagonista de PTEN (bpV-HOPIC). É esperado que esses tratamentos resgatem o desenvolvimento dos GOCs Mfn1-cKO, fornecendo evidências do mecanismo molecular subjacente ao desenvolvimento folicular de oócitos duplo cKO.