Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito de uma nova chalcona sobre a reabsorção óssea inflamatória em um modelo experimental de doença periodontal

Processo: 18/10945-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2018
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Periodontia
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Morgana Rodrigues Guimarães Stabili
Beneficiário:Natalie Aparecida Rodrigues Fernandes
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOAr). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Ratos   Chalconas   Osteoclastogênese   Reabsorção óssea   Macrófagos

Resumo

As chalconas são um grupo de compostos fenólicos derivados de plantas, com diversas propriedades biológicas como anti-inflamatória, antioxidante, antimicrobiana e anti-reabsortiva. Em função dos seus efeitos farmacológicos, diferentes derivados chalcônicos sintéticos, baseados em seus análogos naturais, têm sido investigados como agentes terapêuticos. Estudos clínicos e pré-clínicos têm demonstrado sua efetividade no tratamento de doenças inflamatórias como câncer, artrite e desordens inflamatórias intestinais, e em patologias ósseas como osteoporose e tumores ósseos. As chalconas podem modular o turnover ósseo através de diferentes mecanismos, incluindo inibição da produção de mediadores inflamatórios, regulação de vias de sinalização intracelular e modulação da atividade de fatores de transcrição. Considerando suas propriedades biológicas e com objetivo de identificar compostos que possam atuar no tratamento de doenças ósseo inflamatórias, como a doença periodontal, nós avaliamos a habilidade de novos derivados chalcônicos, sintetizados pelo colaborador deste projeto (e testados pela primeira vez), de suprimir a expressão de mediadores relevantes na inflamação e osteoclastogênese. Entre os compostos avaliados, a Chalcona T4 mostrou-se capaz de reduzir em mais de 90% a expressão gênica de marcadores de reabsorção óssea inflamatória in vitro, demonstrando resultados superiores àqueles apresentados por outros derivados chalcônicos encontrados na literatura. Além dos potentes efeitos anti-inflamatórios demonstrados, a Chalcona T4 apresenta ainda vantagens como alta solubilidade em meio aquoso e baixa citotoxicidade, o que favorece suas características farmacodinâmicas. Tendo em vista as informações a cerca do potencial das chalconas sobre as doenças inflamatórias, e considerando os dados obtidos nos experimentos preliminares in vitro, este presente estudo tem como objetivo avaliar os efeitos de uma nova chalcona (Chalcona (T4)) sobre a reabsorção óssea inflamatória associada ao modelo de doença periodontal experimental in vivo. Embora os efeitos das chalconas tenham sido relatados em diversos modelos de doenças ósseas e inflamatórias, este é o primeiro estudo a avaliar o efeito de uma chalcona sintética em um modelo de doença periodontal, bem como o primeiro estudo a avaliar a Chalcona T4. A hipótese deste trabalho é que a chalcona é capaz de reduzir a reabsorção óssea e a inflamação em um modelo de doença periodontal experimental, e que este efeito envolve a modulação de mediadores biológicos críticos na osteoclastogênese, particularmente NF-8B. Para avaliarmos esta hipótese propomos os seguintes objetivos específicos:Objetivo específico #1: Avaliar in vivo o potencial anti-inflamatório e anti-reabsortivo da chalcona T4: Para testar a hipótese de que a chalcona poderia reduzir a inflamação e reabsorção óssea periodontal será utilizado o modelo experimental de indução da doença periodontal por ligaduras em ratos. Os seguintes desfechos serão avaliados: extensão da perda óssea (microtomografia); imunolocalização; quantificação dos leucócitos (CD45) presentes nos tecidos gengivais (imunohistoquímica); quantificação dos osteoclastos identificados pela marcação positiva da expressão da enzima fosfatase ácida resistente ao tartarato (TRAP); detecção de marcadores ósseos e de mediadores inflamatórios por imunofluorescência e ELISA. Objetivo específico #2: Investigar os mecanismos biológicos da chalcona sobre a osteoclastogênese in vitro. Células precursoras de osteoclastos (RAW 264.7) serão estimuladas com RANKL e tratadas com doses não citotóxicas da chalcona. Serão determinados os seus efeitos diretos sobre a diferenciação e atividade dos osteoclastos. O impacto da chalcona sobre NF-8B terá seu papel determinado na regulação da osteoclastogênese.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
FERNANDES, Natalie Aparecida Rodrigues. Efeito de uma nova Chalcona sobre a reabsorção óssea inflamatória : estudo in vitro e in vivo. 2020. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Odontologia (Campus de Araraquara)..

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.