Busca avançada
Ano de início
Entree

Relatos de professores com queixas subjetivas de Declínio Cognitivo Leve (DCL) e com exame objetivo normal que buscaram atendimento psiquiátrico em um programa universitário de cuidados com a memória: um estudo clínico-qualitativo

Processo: 18/03459-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2018
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Psiquiatria
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:André Fattori
Beneficiário:Aldair Weber
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Psicologia médica

Resumo

Introdução: demandas do atendimento clínico, para a equipe de Saúde, quanto à necessidade de compreensão científica de significados psicológicos atribuídos pelas pessoas aos fenômenos e suas vivências, no campo do adoecimento e dos cuidados, em todas as especialidades, têm tido lugar de destaque na literatura da Saúde. Na área de Saúde Mental, o processo de cognição do psiquismo humano, envolvendo funções como memória, orientação, atenção e consciência como um todo, quando percebido em possível disfunção, gera entendimentos - reais ou fantasiados - que precisam ser conhecidos por médicos, enfermeiros e equipe, para melhor lidar com essas pessoas, principalmente para conversar terapeuticamente nos settings assistenciais. Percepções sobre o próprio declínio cognitivo, ainda que de intensidade leve e totalmente subjetivo, são de grande importância como tema de estudo, tanto do ponto de vista epidemiológico, clínico-neuropsiquiátrico ou qualitativo-humanístico. Em sujeitos com atividades laborais predominantemente intelectuais, tais como professores e pesquisadores, a investigação de aspectos simbólicos associados é relevante por conta de suas peculiaridades; e precisam ser conhecidos para manejo emocional e pragmático, adequado por parte de leitores que clinicam. Objetivo deste projeto: explorar/discutir significados psicológicos de auto percepções, relatadas por docentes universitários, sobre certo Declínio Cognitivo Leve (DCL), de caráter subjetivo, isto é, com exame especializado objetivo normal; e que recorreram ao programa "Cuidando da Memória" do Centro de Saúde e Comunidade (CECOM), que funciona no campus, sob responsabilidade da Universidade Estadual de Campinas. Participantes e Método: A amostra será construída intencional e sequencialmente, por encaminhamento do médico responsável do ambulatório psiquiátrico ligado ao programa, que é também psiquiatra-assessor deste projeto; e fechada por exaustão (todos os possíveis, se a população for pequena) ou por saturação de informações teóricas. Será utilizado o Método Clínico-Qualitativo - uma abordagem investigativa humanística, desenvolvida para ambientes clínicos - com emprego da técnica da Entrevista Semidirigida de Questões Abertas e Profundidade; além de observações livres, complementares, na coleta das falas dos participantes. A operacionalização em campo é precedida por fase de aculturação e ambientação, com intuito de promover a inserção do pesquisador ao setting assistencial escolhido, bem como à linguagem dos pacientes. O tratamento dos dados será feito pela Análise Qualitativa de Conteúdo, com categorias emergentes, discutidas à luz de conceitos psicodinâmicos, clássicos do quadro teórico do referencial da Psicologia Médica e da Saúde, em especial balintianos. Complementarmente, outro projeto de mestrado, sob mesma orientação, estudará a população de professores que buscaram tal serviço, com queixas equivalentes, porém com diagnóstico confirmado do declínio. Resultados esperados: as conclusões obtidas e publicadas deverão contribuir para maior entendimento das representações emocionais do problema, melhorando assim a relação profissional-paciente, permitindo orientações claras e eficazes e aumentando adesões aos programas preventivos e terapêuticos.