Busca avançada
Ano de início
Entree

Mudanças no estado funcional durante a exacerbação da dpoc

Processo: 19/10744-3
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2020
Vigência (Término): 31 de agosto de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Ercy Mara Cipulo Ramos
Beneficiário:Fabiano Francisco de Lima
Supervisor no Exterior: Chris Burtin
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Presidente Prudente. Presidente Prudente , SP, Brasil
Local de pesquisa : Hasselt University, Diepenbeek, Bélgica  
Vinculado à bolsa:18/04871-0 - Efeitos da inserção de um circuito funcional ao treinamento aeróbico e resistido na atividade física na vida diária e funcionalidade de pacientes com dpoc: um estudo clínico randomizado com follow up, BP.DR
Assunto(s):Atividade física   Doença pulmonar obstrutiva crônica   Fisioterapia   Capacidade funcional   Força muscular

Resumo

Introdução: As exacerbações são uma das características da doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) que pode levar a hospitalizações. Testes simples de triagem funcional durante a internação hospitalar pode nos permitir quantificar o impacto da hospitalização no estado funcional e identificar pacientes com risco de exacerbações recorrentes. Objetivo: Investigar a influência das exacerbações agudas no estado funcional na DPOC. Métodos: Este estudo consistirá de uma parte transversal e uma parte longitudinal que estão inter-relacionadas. Uma amostra por conveniência de 100 pacientes estáveis e 100 pacientes internados por uma exacerbação aguda (não incluída na amostra estável) será avaliada. Serão realizados os testes de estado funcional (short physical performance battery), capacidade funcional de exercício (Distância percorrida no teste de caminhada de seis minutos), função muscular (dinamômetro manual), atividade física na vida diária (Actigraph GT3X), e função pulmonar (espirometria). Implicações: Os resultados do estudo pode explicar mais sobre a relação de exacerbações, hospitalização e impacto sobre o estado funcional de pacientes com DPOC.