Busca avançada
Ano de início
Entree

Aprendendo com o passado para prever o futuro: inferindo respostas da avifauna do Centro de Endemismo Pernambuco (CEP) às mudanças climáticas com filogeografia comparada e modelos de distribuição de espécies

Processo: 20/16065-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2021
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2023
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia
Pesquisador responsável:Luís Fábio Silveira
Beneficiário:Fernanda Bocalini
Instituição-sede: Museu de Zoologia (MZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/23548-2 - Avaliação, recuperação e conservação da fauna ameaçada de extinção do Centro de Endemismo Pernambuco (CEP), AP.TEM
Assunto(s):Filogeografia   Mudança climática   Pleistoceno

Resumo

O Centro de Endemismo Pernambuco (CEP), no nordeste do Brasil, é a região mais ameaçada do hotspot de biodiversidade da Mata Atlântica (MA). A compreensão dos processos responsáveis por gerar e manter a elevada riqueza de espécies na região Neotropical é fundamental e medidas de conservação a longo-prazo devem assegurar que esses processos continuem a ocorrer. Estudos recentes demonstraram que as aves endêmicas do CEP apresentam uma relação consistente com populações do centro-sul da MA e comparações de modelos demográficos revelaram uma história demográfica estável, sem variações no tamanho populacional. Tal resultado aponta para uma estabilidade ambiental semelhante a um refúgio florestal para explicar a elevada riqueza de espécies do CEP, no entanto, padrões idiossincráticos de divergência podem ser um indício do possível papel de atributos ecológicos espécies-específicos. Apesar de estudos anteriores terem detalhado a estrutura populacional, as relações filogeográficas e a história demográfica de algumas espécies endêmicas do CEP, as respostas às mudanças climáticas do passado não foram testadas utilizando filogeografia comparada juntamente com abordagens espacialmente explícitas. O objetivo desse projeto é utilizar dados de SNPs derivados de elementos ultraconservados de populações do CEP para: i) verificar se os padrões atuais de diversidade genômica refletem respostas multi-taxa congruentes com as mudanças ambientais históricas que afetaram a MA durante o Pleistoceno tardio, e ii) usar os dados moleculares para calcular os parâmetros de demografia histórica para cada população e utilizá-los em conjunto com a distribuição de áreas adequadas derivada de modelos de distribuição de espécies para desenvolver modelos de distribuição da diversidade genética sob climas futuros. Os parâmetros demográficos que serão usados para construir modelos demográficos e espaciais das paisagens futuras e quantificar o esperado impacto das mudanças climáticas na distribuição espacial da diversidade genética.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)