Busca avançada
Ano de início
Entree

Expressão de genes potencialmente envolvidos com "quorum sensing" no biofilme em Xylella Fastidiosa

Processo: 05/50591-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2005
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2005
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Molecular e de Microorganismos
Pesquisador responsável:Alessandra Alves de Souza
Beneficiário:Raquel Caserta Salviatto
Instituição-sede: Instituto Agronômico (IAC). Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:04/14576-2 - Características biológicas de Xylella fastidiosa em biofilme: importância dos genes de adesão e adaptação na patogênese, AP.JP
Assunto(s):Xylella fastidiosa   Percepção de Quorum   Biofilmes   Expressão gênica

Resumo

A disfunção do xilema decorrente da adesão e colonização pela Xylella fastidiosa aparenta ser o mecanismo primário de patogenicidade no desenvolvimento da CVC (Clorose Variegada dos Citros). A capacidade de adesão em superfícies sólida seguida de multiplicação e colonização bacteriana é característica de formação de biofilme, Quando as células atingem o estágio de biofilme maduro, é ativado um sistema de comunicação intercelular denominado "quorum sensing". Em X. fastidiosa, estudos recentes sugeriram que o gene rpfF, pertencente a um "cluster' de genes envolvidos com a regulação de fatores de patogenicidade, provavelmente está associado com a sinalização celular em X. fastidiosa O mais bem caracterizado mecanismo de sinalização relacionado a 'quorum-sensing' em bactérias envolve moléculas N-acyl-L-homoserina lactona (AHL). No genoma da X. fastidiosa não foi encontrado nenhum gene com similaridade a proteínas AHLs da família Luxl. Contudo, foram detectados pelo menos dois reguladores transcricionais do tipo LuxR. Um destes reguladores de transcrição (gacA) foi super-expresso na condição de biofilme maduro de X. fastidiosa. Apesar dos estudos demonstrarem a participação destes genes na sinalização e biofilme de X, fastidiosa nenhum trabalho foi feito para detectar em que fase da formação de biofilme ocorre a ativação destes genes. Desta forma, este trabalho tem por objetivo avaliar a expressão dos genes rpfF, rpfC, rpfG e do gene gacA (LuxR/UhpA family) em diferentes fases do biofilme de xf por qPCR. (AU)