Busca avançada
Ano de início
Entree

Depressão puerperal: incidência e associação com indicadores do status socioeconômico, violência doméstica e suporte social

Processo: 05/04572-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2006
Vigência (Término): 30 de abril de 2007
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Epidemiologia
Pesquisador responsável:Paulo Rossi Menezes
Beneficiário:Alexandre Faisal Cury
Instituição-sede: Hospital Universitário (HU). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Depressão pós-parto   Violência doméstica   Transtornos mentais

Resumo

Depressão puerperal (DP) é um grave problema de saúde pública, principalmente em países em desenvolvimento e que tem importantes consequências sobre o binômio mãe-filho; Objetivos: 1) estimar a incidência de DP e Transtorno Mental Comum (TMC); 2) estimar a associação entre DP e TMC com indicadores do status socioeconômico, violência doméstica e suporte social;Metodologia: seguimento da coorte iniciada em março de 2005, com a avaliação de saúde mental das 830 gestantes do pré-natal de baixo risco das Unidades Básicas de Saúde (UBS), da zona oeste da cidade de São Paulo. Os instrumentos a serem utilizados: 1) Self Report Questionnaire (SRQ-20) - instrumento de rastreamento para transtornos psiquiátricos comuns, que produz escore indicativo de nível de sofrimento emocional; 2) Edinbourgh Pos Natal Depression (EPDS) - instrumento desenhado e validado no país para avaliar depressão puerperal; 3) Questionário com perguntas específicas para avaliação de violência doméstica; 4) Escala de Suporte Social - adaptada para o português do Medical Outcome Study (MOS) para avaliar grau de suporte social; 5) Questionário contendo dados sociodemográficos e antecedentes médicos da mãe e recém-nascido. A análise estatística constará da estimativa da prevalência de DP e TMC, com intervalo de confiança de 95%, cálculo de riscos relativos na avaliação da associação entre DP/TMC e variáveis explanatórias. Serão realizadas análises uni e multivariadas. Espera-se mostrar associação entre puérperas com DP e TMC e violência doméstica e inadequado suporte social. A confirmação desta hipótese justificaria adoção de certas medidas, pelo obstetra e serviços de atenção primária à saúde da mulher, para identificação dos casos de DP/TMC e violência doméstica. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
FAISAL-CURY, ALEXANDRE; MENEZES, PAULO ROSSI. Type of delivery is not associated with maternal depression. ARCHIVES OF WOMENS MENTAL HEALTH, v. 22, n. 5, p. 631-635, OCT 2019. Citações Web of Science: 0.
FAISAL-CURY, ALEXANDRE; MENEZES, PAULO ROSSI; HUANG, HSIANG. The relationship between perinatal psychiatric disorders and contraception use among postpartum women. Contraception, v. 88, n. 4, p. 498-502, OCT 2013. Citações Web of Science: 6.
ALEXANDRE FAISAL-CURY; PAULO ROSSI MENEZES. Antenatal depression strongly predicts postnatal depression in primary health care. Revista Brasileira de Psiquiatria, v. 34, n. 4, p. 446-450, Dez. 2012.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.