Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da interação de antipsicóticos com membranas e receptor dopaminérgico usando a espectroscopia de infra-vermelho

Processo: 05/60667-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2006
Vigência (Término): 31 de março de 2007
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Biofísica
Pesquisador responsável:Marcel Tabak
Beneficiário:Ana Vitória Botelho
Instituição-sede: Instituto de Química de São Carlos (IQSC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Antipsicóticos

Resumo

Este projeto visa investigar o receptor dopaminérgico D4 pertencente a família A dos GPCRs através da espectroscopia do infravermelho com transformada de Fourier acoplada à reflectância total atenuada (ATR-FTIR). Pretende-se investigar a possibilidade de mudança na conformação do receptor gerada pela interação de diferentes ligantes, antipsicóticos e o neurotransmissor dopamina. O receptor será solubilizado em detergente/fosfolipídio e imobilizado na superfície de reflectância (IRE) utilizando a técnica de immunoprecipitação. A alteração na conformação do receptor deverá ser observada através de mudanças vibracionais que ocorrem no esqueleto da proteína, na região de 1550 cm-1 e 1700-1610 cm-1 referentes à região da amida II e amida I, respectivamente. A segunda parte deste projeto terá o propósito de examinar a permeabilidade dos ligantes e seus efeitos na estrutura da monocamada fosfolipídica utilizando-se a técnica de Langmuir e ângulo de Brewster. O conhecimento da interação droga-receptor e droga membranas é de grande relevância para tratamento de doenças e desordens neurológicas. Estes estudos poderão ajudar na elucidação de mecanismos de ação de drogas, aprofundando o entendimento de importantes tópicos farmacológicos. (AU)