Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudos estruturais e funcionais das proteínas humanas da família septina

Processo: 07/58671-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2008
Vigência (Término): 06 de outubro de 2008
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Biofísica - Biofísica Molecular
Pesquisador responsável:Richard Charles Garratt
Beneficiário:João Renato Carvalho Muniz
Instituição-sede: Instituto de Física de São Carlos (IFSC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:98/14138-2 - Center for Structural Molecular Biotechnology, AP.CEPID
Assunto(s):Modelagem molecular   Biologia computacional   Cristalografia de proteínas

Resumo

O projeto de pesquisa aqui apresentado é composto por duas partes que deverão ser desenvolvidas simultaneamente no decorrer dos 24 meses propostos para a conclusão do pós-doutorado. Essas duas partes são dividas em in vitro e in silico. A parte in vitro do projeto abordará todas as etapas envolvidas na expressão, purificação, cristalização e resolução estrutural com o emprego da difração de raios X de diversas Septinas; já a parte in silico caracteriza-se pela aplicação e desenvolvimento de ferramentas de bioinformática para obtenção de modelos tridimensionais de septinas desprovidas de estrutura cristalográfica, assim como complexos formados por essas proteínas. Septinas são de uma família de proteínas capazes de formar complexos hetero-oligoméricos agrupando-se na forma de filamentos. Esses hetero-filamentos podem ser organizados como arranjos lineares, espiralados e anelados. As septinas são associadas à membrana celular sob forma de suporte e barreiras para demarcar compartimentos locais como a estabilização do sítio de divisão citoplasmática celular seguindo a divisão meiótica ou mitótica do núcleo da célula. Recentes estudos mostram que as septinas estão envolvidas em diversos processos patológicos como câncer no ovário, próstata, melanoma, mama, tumores cerebrais, doenças neurodegenerativas e, mais recentemente, em processos inflamatórios. O objetivo imediato desse projeto visa à caracterização estrutural das septinas, imprescindíveis para o entendimento de como se dá a interação entre as septinas e como essas interações promovem sua localização, formação de filamentos e identificação de novos complexos septina-septina. Na obtenção de modelos estruturais, o emprego e desenvolvimento de técnicas em modelagem molecular trará ao IFSC/CBME uma parceria com o Departamento de Biocomputação do Departamento de Bioquímica da Universidade de Cambridge, UK. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.