Busca avançada
Ano de início
Entree

Variação temporal da coloração do oceano medida por fitoplâncton através de sensoriamento remoto, na região de cabo fio (sudeste da costa do Brasil)

Processo: 04/12878-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2005
Vigência (Término): 30 de novembro de 2005
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Oceanografia - Oceanografia Biológica
Pesquisador responsável:Aurea Maria Ciotti
Beneficiário:Andrea Marcela Madambashi
Instituição-sede: Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus Experimental do Litoral Paulista. São Vicente , SP, Brasil
Assunto(s):Ressurgência

Resumo

O presente projeto se propõe caracterizar, com o auxílio de imagens de satélite, a variação sazonal da abundância do fitoplâncton nas regiões costeiras e oceânicas adjacentes a Cabo Frio, sudeste da costa brasileira. Essa é uma área ecologicamente importante, já que a ressurgência costeira, e conseqüente injeção de nutrientes para a zona eufótica, pode alterar a dinâmica do plâncton local. Vários estudos sobre o efeito da ressurgência na biomassa e na produtividade primária do fitoplâncton existem para a região, mas esses têm sido relativamente esparsos e pontuais. Neste projeto, imagens de satélite semanais, obtidas entre 2002 e 2004 pelo sensor da cor do oceano MODIS, fornecerão simultaneamente dados da temperatura e concentração de clorofila a superficiais. Os dados de temperatura serão utilizados para identificar eventos individuais de ressurgência e, determinar sua área em superfície (pluma da ressurgência) cada evento será caracterizado pela concentração de clorofila a média na área da pluma. A influência da ressurgência na abundância do fitoplâncton, tanto na costa como em regiões mais oceânicas alcançadas pela pluma, será avaliada por análises de variância da clorofila a em faixas de temperatura e profundidade específicas. Os resultados permitirão um detalhamento inédito da caracterização temporal e espacial do efeito da ressurgência de Cabo Frio no fitoplâncton, complementando os estudos iniciados pelos projetos FAPESP 2001/00125-0 e 2001/00126-7. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.