Busca avançada
Ano de início
Entree

Transferência do nitrogênio no cultivo intercarlar do tomateiro com fabáceas adubos verdes em sistema de plantio direito sobre palha de milho

Processo: 10/07666-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2010
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitotecnia
Pesquisador responsável:Edmilson Jose Ambrosano
Beneficiário:Fabrício Rossi
Instituição-sede: Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Agricultura orgânica   Agricultura sustentável

Resumo

Com a prática da adubação verde, é possível recuperar a fertilidade do solo proporcionando aumento do teor de matéria orgânica, da capacidade de troca de cátions e da disponibilidade de macro e micronutrientes; formação e estabilização de agregados; melhoria da infiltração de água e aeração; diminuição diuturna da amplitude de variação térmica; controle dos nematóides e, no caso das fabáceas (leguminosas), incorporação ao solo do nutriente nitrogênio (N), efetuado através da fixação biológica. Na horticultura de base ecológica, a adubação verde é especialmente importante, uma vez que a disponibilidade de fontes de N é limitada e a consorciação possibilita a pronta disponibilidade de N para a cultura principal. A cobertura vegetal representa a essência do Sistema de Plantio Direto (SPD), pois tem efeito na interceptação das gotas de chuva, reduz a velocidade de escorrimento das enxurradas, melhora ou mantém a capacidade de infiltração de água, protege o solo da radiação solar, favorece o desenvolvimento de microrganismos e ajuda no controle de plantas daninhas. Nesse contexto o milho proporciona alto potencial de produção de fitomassa, com elevada relação C/N, garantindo a manutenção de cobertura do solo, dentro da quantidade mínima preconizada e por maior tempo de permanência na superfície, além de boa remuneração na exploração do milho verde. Nos estudos dos diversos processos da dinâmica de nutrientes e da matéria orgânica do solo, os métodos baseados no emprego de isótopos são de grande importância e levam a resultados que contribuem de forma significativa para o aumento da produção mundial de alimentos. Os principais elementos de interesse nos estudos de dinâmica da matéria orgânica são o Carbono (C) e o Nitrogênio (N), e apresentam ao menos um isótopo que pode ser utilizado como traçador para os estudos dos elementos no sistema solo-planta. A utilização, recuperação ou aproveitamento do N pelas plantas pode ser determinado com sucesso pelo método isotópico, medindo-see a abundância de 15N. A técnica de variação da abundância natural de 13C é empregada com sucesso na determinação das taxas de decomposição somente quando existe uma variação de cobertura vegetal de plantas C3 (adubos verdes) para C4 (milho) ou de C4 (milho) para C3 (adubos verdes), o que ocorre no presente projeto, sendo uma metodologia bastante simples de ser empregada. No processo de seleção de cultivares de tomate, o tomate cereja apresenta boa produtividade, sendo uma opção para agricultores que pretendem produzir com baixo uso de insumos. Neste contexto, este projeto tem como objetivo geral analisar a transferência do nitrogênio em um sistema agroecológico de cultivo intercalar de tomate cereja com fabáceas adubos verdes em plantio direto sobre palha de milho, colhido verde, e avaliar a taxa de degradação da palha resultante desse sistema. Para tanto, o milho será produzido para formação de palhada para o plantio direto do tomate cereja. O delineamento experimental a ser utilizado será o de blocos casualizados com oito tratamentos e cinco repetições. Os tratamentos serão os adubos verdes em cultivo intercalar ao tomateiro, sendo eles: feijão de porco (Canavalia ensiformis), crotalária júncea (Crotalaria juncea L.), mucuna anã (Mucuna deeringiana), feijão mungo (Vigna radiata (L.) Wilczek), tremoço branco (Lupinus albus L.) e feijão caupi (Vigna unguiculata (L.) Walp). Além de duas testemunhas, uma sem a palha de milho e outra com a palha de milho. Serão realizadas avaliações das características químicas do solo, produtividade de matéria seca, acúmulo de nutrientes, relação C/N e N dos adubos verdes. O tomateiro será avaliado pela produtividade de frutos; quantidade e aproveitamento do N proveniente dos adubos verdes recuperado do sistema solo-planta e a quantidade de N no tomateiro. Além disso, será acompanhada a decomposição da palha do milho nos diferentes tratamentos.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.