Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo dos possiveis efeitos toxicos da exposicao a "solanum lycocarpum" durante a gestacao, na prole de ratos.

Processo: 01/09743-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2001
Vigência (Término): 31 de agosto de 2002
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária
Pesquisador responsável:Helenice de Souza Spinosa
Beneficiário:Milena Rodrigues Soares
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Toxicidade

Resumo

A Solanum lycocarpum é uma planta conhecida vulgarmente como fruta-do-lobo ou lobeira, encontrada em quase todos os estados do Brasil, sendo freqüente em pastagens e terrenos baldios, podendo ser ingerida por animais em idade fértil e em condições normais. Algumas plantas do gênero Solanum são tóxicas; esta toxicidade parece ser resultado da ação de glicoalcalóides esteroidais, como a solanina e a solanidina. A intoxicação por solanina pode causar distúrbios do trato gastrointestinal, estupor, depressão do Sistema Nervoso Central e morte por parada respiratória. Além disso, a solanina causa aumento da mortalidade embrionária em peixes e possui efeito teratogênico em embriões de galinha. A administração de algumas espécies de Solanum em hamster induz exencefalia e encefalocele em fetos, causando também necrose do trato gastrointestinal. Sabe-se que a S. lycocarpum possui glicoalcalóides esteroidais, como a solamargina e a solasonina, que podem desencadear efeitos tóxicos. Desta forma, o objetivo deste trabalho é estudar os possíveis efeitos tóxicos produzidos na prole de ratos pelo consumo da S. lycocarpum, durante a gestação. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)