Busca avançada
Ano de início
Entree

Alterações articulatórias e representações fonológicas: implicações de modelos fonológicos não-lineares para os estudos neurolinguísticos

Processo: 94/03763-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 1995
Vigência (Término): 31 de março de 1996
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Linguística - Teoria e Análise Lingüística
Pesquisador responsável:Maria Irma Hadler Coudry
Beneficiário:Margareth de Souza Freitas Thomopoulos
Instituição-sede: Instituto de Estudos da Linguagem (IEL). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Neuropsicologia   Afasia de broca   Apraxias

Resumo

Neste trabalho, faz-se um apanhado geral do "estado da arte" da literatura neuropsicológica sobre as afasias motoras, mostrando as controvérsias dos vários autores no que se refere à descrição dos problemas fonético-fonológicos resultantes dessas afasias. Enfatizando-se a contribuição do neuropsicólogo russo A.R.Luria, discute-se ainda o status da apraxia da fala em relação às desordens fonético-fonológicas das afasias motoras. Após a descrição acústico-articulatória de um corpus obtido da produção verbal de um sujeito com afasia motora, interpretam-se as questões fonéticas e fonológicas encontradas à luz dos modelos da Fonologia de Governo (Kaye, 1985) e da Geometria de Traços (Clements, 1985). Finalmente, partindo-se das bases dos referidos modelos fonológicos em direção aos dados, faz-se uma breve avaliação crítica desses modelos frente às questões neurolingüísticas suscitadas pelos dados. (AU)