Busca avançada
Ano de início
Entree


A sinalização via NOD2-RIP2 modula a imunidade adaptativa contra Leishmania infantum

Texto completo
Autor(es):
Manuela Sales Lima Nascimento
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Tese de Doutorado
Imprenta: Ribeirão Preto.
Instituição: Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto
Data de defesa:
Membros da banca:
João Santana da Silva; Camila Indiani de Oliveira; Ana Maria Ferreira Roselino
Orientador: João Santana da Silva
Resumo

Células produtoras de IFN-? e IL-17A são envolvidas na proteção contra infecção por Leishmania infantum (L. infantum). Ainda não está claro como o sistema imune coordena, ou o parasito manipula, o balanço entre Th1 e Th17 durante a leishmaniose visceral (LV). Utilizando RNAseq, PCR array e citometria de fluxo, nós demonstramos que, enquanto o padrão Th1 é altamente induzido, o perfil Th17 é inibido durante a infecção por L. infantum, e que as células B compõem uma fonte importante de IL-17A nesse modelo. Usando animais Nod2-/- e Rip2-/- nós caracterizamos essa via como um regulador negativo de células Th17 na LV. Por outro lado, a potente indução de Th1 foi dependente da sinalização via NOD2-RIP2 em células dendríticas CD8??+XCR1+, o que foi crucial para produção de IL-12 através da fosforilação de p38 e JNK. Como consequência, camundongos Nod2-/- e Rip2-/- tiveram defeito na resposta Th1, aumento de Th17, e maiores cargas parasitárias comparado com camundongos WT. Juntos, os dados mostram que a via de NOD2-RIP2 desempenha um papel importante na modulação da resposta imune adaptativa e promove proteção contra LV causada por L. infantum (AU)

Processo FAPESP: 13/01967-2 - Caracterização dos mecanismos intracelulares envolvidos na geração e modulação da resposta imunológica adaptativa celular protetora durante a Infecção por Leishmania infantum
Beneficiário:Manuela Sales Lima Nascimento
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado