Busca avançada
Ano de início
Entree


Estudo do estado de ativação de vias de sinalização no microambiente tumoral e leucócitos circulantes em pacientes com tumor do colo do útero.

Texto completo
Autor(es):
Renata Ariza Marques Rossetti
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Tese de Doutorado
Imprenta: São Paulo.
Instituição: Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Ciências Biomédicas
Data de defesa:
Membros da banca:
Ana Paula Lepique; Hugo Aguirre Armelin; Ana Campa; Eliana Faquim de Lima Mauro; Marilia Cerqueira Leite Seelaender
Orientador: Ana Paula Lepique; Leandro Gustavo de Oliveira
Resumo

Infecção pelo HPV é o principal fator de risco para câncer cervical. Os tumores apresentam microambiente complexo, células tumorais e inflamatórias integram sinais modulando a atividade de vias de sinalização. Caracterizamos o estado de ativação de três vias de sinalização importantes para a progressão tumoral. Com o aumento do grau da lesão, observamos: aumento da expressão de NFκB e Akt fosforiladas no microambiente tumoral; redução de NFκB fosforilada e aumento de STAT3 e Akt fosforiladas em leucócitos circulantes. Em modelos experimentais, a via de NFκB também encontra-se inibida, principalmente em células apresentadoras de antígenos. Para testar se a modulação de vias de sinalização poderiam alterar as respostas a tumores, tratamos linfócitos B de pacientes com agonista de CD40, ativador de NFκB, e observamos aumento do potencial de apresentação antigênica. Nossos resultados mostram o panorama do estado de ativação de importantes vias de sinalização para a progressão tumoral e trazem a possibilidade de uma ferramenta imunomoduladora. (AU)

Processo FAPESP: 11/11121-8 - Estudo das vias de sinalização disparadas por CD40 em tumores do colo uterino e seus efeitos biológicos
Beneficiário:Renata Ariza Marques Rossetti
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado