Busca avançada
Ano de início
Entree


Efeito do BAY 41-2272 em linfócitos T humanos.

Texto completo
Autor(es):
Marina Uchôa Wall Barbosa de Carvalho
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Tese de Doutorado
Imprenta: São Paulo.
Instituição: Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Ciências Biomédicas
Data de defesa:
Membros da banca:
Antonio Condino Neto; Edson Antunes; Sonia Jancar Negro; Edgar Borges de Oliveira Junior; Alexandre Alarcon Steiner
Orientador: Antonio Condino Neto
Resumo

No presente trabalho avaliamos o potencial do BAY 41-2272 e sua via, como uma ferramenta para modulação da função dos linfócitos. Para isso, realizamos tratamentos farmacológicos com BAY 41-2272, avaliando a produção de citocinas e observamos que este fármaco, como ativador direto, não induz produção de IFN, IL-4 e IL-10 nos linfócitos. No entanto, o prétratamento por 24 horas com BAY 41-2272, com posterior ativação com PMA, mostrou que esta droga tem efeito inibitório na produção das citocinas. Em vista disto, avaliamos se este fármaco seria capaz de ativar estas células através da expressão de CD69. Vimos que por si só esta droga não foi capaz de aumentar a expressão de CD69, no entanto o pré-tratamento com BAY 41-2272 inibiu a ativação dos linfócitos T CD4. Assim, avaliamos se o fármaco seria capaz de inibir a expressão de fatores de transcrição FOXP3, RORT, Tbet e GATA3. Vimos que o BAY 41-2272 não induziu expressão desses fatores de transcrição e o pré-tratamento com este fármaco não alterou a expressão de FOXP3, RORT e GATA3, mas inibiu a expressão de Tbet quando comparado ao estimulado com PMA e Ionomicina sem o prétratamento. Observamos também que o pré-tratamento com BAY 41-2272 inibiu a linfoproliferação. Estes resultados sugerem que o BAY 41-2272 e sua via, têm um perfil inibitório sobre os linfócitos T CD4, e potencialmente podem ser utilizados como imunomodulador em pacientes com comprometimento do sistema imunológico e síndromes linfoproliferativas. (AU)

Processo FAPESP: 13/11097-5 - Efeito do BAY 41-2272, agonista da guanilato ciclase solúvel, em linfócitos T humanos e células Jurkat
Beneficiário:Marina Uchôa Wall Barbosa de Carvalho
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado