Busca avançada
Ano de início
Entree


A ordem SV nas orações interrogativas do português brasileiro e europeu: um estudo histórico e comparativo

Texto completo
Autor(es):
Domitila Maria Danielius de Oliveira David
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Dissertação de Mestrado
Imprenta: Campinas, SP.
Instituição: Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Instituto de Estudos da Linguagem
Data de defesa:
Membros da banca:
Charlotte Galves; Maria Clara Paixão de Sousa; Aroldo Leal de Andrade
Orientador: Charlotte Galves
Resumo

O objetivo desta pesquisa de mestrado é estudar as mudanças que ocorreram na ordem de constituintes de orações interrogativas do português europeu e do português brasileiro. Para a realização desta análise foram utilizados 16 textos de autores portugueses e 7 textos de autores brasileiros. Todo esse material está disponível no Corpus Tycho Brahe, permitindo que buscas sejam realizadas através da ferramenta Corpus Search. A partir dos resultados das buscas, foi possível observar que a ordem das orações interrogativas encaixadas do português europeu acompanha a mudança observada nas orações afirmativas (cf. Galves e Gibrail, a sair; Galves e Paixão de Sousa, a sair; Paixão de Sousa, 2004). Além disso, o uso do elemento "-é que", estratégia que permite a ordem SV no português europeu, cresceu entre os autores nascidos no século XVIII, sendo também utilizado frequentemente nos textos de autores brasileiros (cf. Duarte, 1992). Como hipótese, será defendido que a inversão no português europeu, tanto nas interrogativas diretas como nas encaixadas, ocorre devido ao movimento do verbo para a periferia esquerda da sentença (Rizzi, 1997), e que o elemento "-é que" é diferente nas duas variedades do português (AU)

Processo FAPESP: 14/06375-9 - A ordem SV nas orações interrogativas do português brasileiro e europeu: um estudo histórico comparativo
Beneficiário:Domitila Maria Danielius de Oliveira David
Modalidade de apoio: Bolsas no Brasil - Mestrado