Busca avançada
Ano de início
Entree


Respostas de espécies nativas do Cerrado a diferentes concentrações de alumínio (Al)

Texto completo
Autor(es):
Anna Carolina Gressler Bressan
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Tese de Doutorado
Instituição: Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Instituto de Biociências (Campus de Rio Claro).
Data de defesa:
Membros da banca:
Francisco André Ossamu Tanaka; Marcelo Claro de Souza; José Pires de Lemos Filho; Neidiquele Maria Silveira
Orientador: Gustavo Habermann
Resumo

O alumínio (Al) é um elemento tóxico para muitas espécies de plantas, porém, diferentes respostas à presença deste elemento podem ser observadas. No Brasil, espécies acumuladoras e não acumuladoras de Al ocorrem naturalmente em áreas de solo ácido, como no Cerrado brasileiro, e este fato evidencia a riqueza de mecanismos desenvolvidos pelas plantas para lidar com a alta disponibilidade de Al no solo. Nesta Tese avaliamos os efeitos provocados em espécies nativas do Cerrado quando expostas a diferentes concentrações de Al. Em casa de vegetação, plantas de Styrax camporum foram cultivadas em solução nutritiva contendo 0, 740 e 1480 uM Al por 90 dias. Plantas expostas a 1480 uM Al apresentaram sistema radicular menos desenvolvido, menor altura da planta e baixas taxas de troca de gasosas em relação àquelas expostas a 0 e 740 uM Al. Plantas expostas a 0 e 740 uM Al apresentaram valores semelhantes para estes parâmetros, indicando que o Al não causa efeitos benéficos para o desenvolvimento desta espécie. Análises em microscopia de luz, microscopia eletrônica de varredura e microscopia eletrônica de transmissão também foram realizadas. Em um estudo de campo comparamos as concentrações foliares de Ca e Al em duas espécies do gênero Qualea (Vochysiaceae), ocorrendo em um fragmento de Cerrado localizado em solo calcário, com os valores apresentados pelas mesmas espécies, ocorrendo em um fragmento de Cerrado localizado em solo ácido e rico em Al. O teor foliar de Ca foi positivamente a... (AU)

Processo FAPESP: 14/14386-0 - Referência indireta dos efeitos fisiológicos do Al por meio de técnicas de microscopia em espécies nativas do cerrado
Beneficiário:Anna Carolina Gressler Bressan
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado