Busca avançada
Ano de início
Entree


Papel das células T convencionais e não-convencionais do baço durante a infecção pelo Plasmodium chabaudi AS.

Texto completo
Autor(es):
Sandra Marcia Muxel
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Tese de Doutorado
Imprenta: São Paulo.
Instituição: Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Ciências Biomédicas
Data de defesa:
Membros da banca:
Maria Regina D'Imperio Lima; Sandro Rogerio de Almeida; Silvia Beatriz Boscardin; Alexandre de Castro Keller; Mauricio Martins Rodrigues
Orientador: Maria Regina D'Imperio Lima
Resumo

As células T CD4+ do baço são importantes na proteção frente à malária através de mecanismos mediados pelas citocinas do perfil Th1. Neste trabalho observamos o aumento das células NK1.1+TCR<font face=\"Symbol\">a<font face=\"Symbol\">b por baço nos camundongos C57BL/6, que apresentam o fenótipo de células ativadas, produzem IFN-<font face=\"Symbol\">g, expressam de níveis altos de Fas e PD-L1 que correlaciona com a baixa capacidade proliferativa na fase aguda da infecção pelo Plasmodium chabaudi AS. As células T CD4+ convencionais são a principal subpopulação de células T ativadas na resposta imune frente à infecção, que se desenvolve em duas fases consecutivas concomitantemente com as parasitemias aguda e crônica. Na fase aguda da infecção, a resposta das células T CD4+ convencionais é intensa e de curta duração, com produção grandes quantidades citocinas com cinética semelhante às células T CD4+ não-convencionais. Dessa maneira, as células T CD4+ convencionais possuem um papel central no início da resposta ao P. chabaudi, respondendo em paralelo com as células T não-convencionais como uma ponte entre a imunidade inata e adquirida. (AU)

Processo FAPESP: 05/54889-2 - Estudo da participação da molécula CD1d na ativação policlonal dos linfócitos esplênicos e na geração de imunidade
Beneficiário:Sandra Marcia Muxel
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado Direto