Busca avançada
Ano de início
Entree


Fatores de risco, distribuição espacial e perspectivas de controle da malária: estudo longitudinal em uma comunidade rural da Amazônia (Granada, Acre).

Texto completo
Autor(es):
Mônica da Silva Nunes
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Tese de Doutorado
Imprenta: São Paulo.
Instituição: Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Ciências Biomédicas
Data de defesa:
Membros da banca:
Marcelo Urbano Ferreira; Alejandro Miguel Katzin; Delsio Natal; Paulo Eduardo Martins Ribolla; Guilherme Loureiro Werneck
Orientador: Marcelo Urbano Ferreira; Irene da Silva Soares
Resumo

Apresenta-se os resultados de estudo de coorte em um assentamento rural no Acre, Brasil, onde 509 indivíduos contribuíram com 489,7 pessoas-ano de seguimento. A incidência de malária por Plasmodium vivax e Plasmodium falciparum foi de 30,0/100 e 16,3/100 pessoas-ano, respectivamente. A morbidade por malária se associou fortemente ao desmatamento e agropecuária e diminuiu após 5 anos de residência no local; além disso ocorreram conglomerados espaciais significantes de casos de malária vivax e falciparum em áreas de ocupação recente. Não houve associação entre alótipos do receptor FcgRIIa, promotor Duffy ou anticorpos contra a PvMSP-1, e malária no seguimento. As respostas humorais e celulares foram mais freqüentes contra as porções C- e N-terminal da PvMSP-1 respectivamente, porém sem relação com as variantes de PvMSP-1 infectantes. O espectro clínico dos episódios de malária foi variado; enquanto cefaléia, febre e mialgia foram sintomas freqüentes, 29,4% dos episódios eram assintomáticos. Os resultados mostram que a aquisição de imunidade clínica é adquirida em áreas de baixa transmissão e que mudanças ambientais causadas nos assentamentos rurais perpetuam a transmissão de malária. Estes achados são de extrema importância para o controle da malária na Amazônia. (AU)

Processo FAPESP: 02/04896-4 - Caracterização da imunidade naturalmente adquirida contra Plasmodium vivax: estudo longitudinal em uma comunidade rural da Amazônia brasileira
Beneficiário:Monica da Silva Nunes
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado Direto