Busca avançada
Ano de início
Entree


Análise do perfil transcricional de células dendríticas derivadas de monócitos utilizadas na vacina terapêutica anti-HIV-1

Texto completo
Autor(es):
Rafael Martins de Oliveira
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Tese de Doutorado
Imprenta: São Paulo.
Instituição: Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Medicina
Data de defesa:
Membros da banca:
Alberto Jose da Silva Duarte; Heitor Franco de Andrade Junior; Magnus Ake Gidlund; Ester Cerdeira Sabino; Fabiana Yasuhara
Orientador: Alberto Jose da Silva Duarte
Resumo

Aplicando tecnologia de microarray, objetivamos traçar o perfil do programa de maturação das Mo-DC pulsadas com HIV autólogo inativado por AT-2, a fim de identificar marcadores específicos de ativação funcional e sugerir um perfil de expressão de genes úteis na identificação de respostas ao modelo in vitro das Mo-vacina DC. Essas informações podem ajudar a estabelecer assinaturas moleculares das funções celulares mais relevante para a melhoria das vacinas terapêuticas. O perfil transcricional foi analisado com base das vias celulares moduladas das Mo-DCs no estado imaturo, transitório e maduro. O HIV-1 inativado por AT-2 induz ativação de genes associados à apresentação de antígenos. Os conjuntos de genes do citoesqueleto podem influenciar a mudança de comportamento migratório das Mo-DCs ativadas. O aumento na expressão dos receptores celulares contribuem para o recrutamento de monócitos, DCs e macrófagos para o local da infecção. Além disso, modulam a resposta imune inata e adaptativa, incluindo a polarização das células Th e sub-regulação da resposta inflamatória, que pode interferir significativamente com a resposta imune. Coletivamente, o perfil transcricional das Mo-DCs induzido pelo HIV-1 inativado com AT-2 reflete uma significativa reprogramação imunológica e celular das células envolvidas na resposta imune do hospedeiro. Os resultados deste estudo focaram na interpretação de genes específicos dos perfis de transcrição das Mo-DCs como modelo terapêutico utilizado na vacina anti-HIV. As análises de assinaturas gene associado e sua correlação as respostas funcionais simplificam a identificação de indivíduos susceptíveis a vacina e a compreensão de eventuais falhas em ensaios clínicos. Microarray permitiu a análise quantitativa e simultânea da expressão de um elevado número de genes. Os estudos do perfil de expressão foram extremamente úteis para identificar os eventos moleculares e vias envolvidas nas funções de celular induzida por estímulos específicos. Em particular, os resultados sobre o padrão global da expressão dos genes subjacentes as modificações induzidas pelo HIV-1 inativado por AT-2, na fase inicial da administração do antígeno, pôde ser extremamente útil para a identificarmos marcadores de ativação e avaliar os efeitos biológicos que poderiam estar envolvidos para modificação e otimização de estratégias vacinação com Mo-DC (AU)

Processo FAPESP: 07/50292-7 - Análise do perfil transcricional de células dendríticas derivadas de monócitos utilizadas na vacina terapêutica anti-HIV 1
Beneficiário:Rafael Martins de Oliveira
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado Direto