Busca avançada
Ano de início
Entree


Hume e o ceticismo moderno

Texto completo
Autor(es):
Flávio Miguel de Oliveira Zimmermann
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Tese de Doutorado
Imprenta: São Paulo.
Instituição: Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Data de defesa:
Membros da banca:
Rolf Nelson Kuntz; Sara Albieri; Roberto Bolzani Filho; Luiz Antonio Alves Eva; Lívia Mara Guimarães
Orientador: Joao Paulo Gomes Monteiro
Resumo

Há geralmente duas maneiras de se estudar o ceticismo de Hume: aproximando-o dos céticos pirrônicos, apesar dos seus protestos, ou aproximando-o dos acadêmicos, seguindo a recomendação do próprio autor. Entretanto, existe outra maneira de compreendermos o seu ceticismo, que consiste em avaliar em que medida Hume se aproxima de cada escola cética, e em que sentido se distancia delas. Para este propósito, nada melhor do que tentar compreender o ceticismo de Hume comparando as suas concepções com as de outros céticos do período em que ele viveu. A tese tem por finalidade realizar este confronto, a fim de contribuir para a interpretação do ceticismo moderno e sugerir uma maneira de aproximá-lo do ceticismo de Hume. (AU)

Processo FAPESP: 05/59849-9 - Hume e o ceticismo moderno.
Beneficiário:Flávio Miguel de Oliveira Zimmermann
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado