Busca avançada
Ano de início
Entree


Rotação de culturas e propriedades físicas e matéria orgânica de um latossolo

Texto completo
Autor(es):
Rodrigo Arroyo Garcia
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Tese de Doutorado
Imprenta: Botucatu. 146 f.
Instituição: Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Ciencias Agronomicas (Campus de Botucatu).
Data de defesa:
Membros da banca:
Maria Helena Moraes; Juliano Carlos Calonego; Sandro Roberto Brancalião; Sônia Carmela Falcci Dechen
Orientador: Ciro Antonio Rosolem
Resumo

O manejo inadequado do solo ocasiona a formação de camadas compactadas que prejudicam o desenvolvimento radicular das plantas, diminuindo a disponibilidade de água e nutrientes, enquanto que o acúmulo de carbono pode melhorar a qualidade do solo. Em sistemas com semeadura direta (SSD), com a menor mobilização do solo, pode-se usar, em rotação, plantas com sistema radicular vigoroso, capaz de crescer em condições adversas. Este trabalho teve como objetivo avaliar a ação de espécies de cobertura, gramíneas e uma leguminosa, em rotação com a cultura da soja, nos atributos físicos de um Latossolo, no acúmulo de carbono, nas diferentes frações da matéria orgânica e na produção da soja, em semeadura direta, ao longo de três anos. O experimento foi conduzido em um Latossolo Vermelho distroférrico de textura argilosa, na Fazenda Experimental Lageado, Unesp/Botucatu, nos anos agrícolas de 2006/2007, 2007/2008 e 2008/2009. No outonoinverno foram estabelecidas parcelas com braquiária (Brachiaria ruziziensis), sorgo granífero (Sorghum bicolor) e sorgo consorciado com braquiária. Na primavera, foram cultivados, em subparcelas, milheto (Pennisetum glaucum), cober crop [Sorghum bicolor (L.) Moench x Sorghum sudanense Piper Stapf], crotalária (Crotalaria juncea) ou pousio. A soja foi cultivada como safra de verão. Em março do primeiro ano foram retiradas amostras para caracterização da área experimental. Após o manejo das espécies cultivadas na primavera, no primeiro e terceiro ano, foram retiradas amostras indeformadas nas camadas de 0-5; 7,5-12,5; 15-20; 27,5-32,5 e 47,5-52,5 cm para determinação da densidade do solo, porosidade e curva de retenção de água no solo. Nas mesmas épocas, a estabilidade de agregados foi avaliada em amostras coletadas nas camadas de 0-5 e 5-10 cm. No terceiro ano do experimento, o intervalo hídrico ótimo (IHO) foi determinado... (resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) (AU)

Processo FAPESP: 06/51298-6 - A rotação de culturas pode melhorar as propriedades físicas e a matéria orgânica de um latossolo
Beneficiário:Rodrigo Arroyo Garcia
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado Direto